Uma das primeiras e mais frequentes perguntas dos pacientes é: Dr, como é a anestesia? … e emendam : Dr não temo a cirurgia mas morro de medo da anestesia!

Perguntas e comentários aos quais respondo assim:

A anestesia é um ato médico extremamente seguro, principalmente pela excelente formação que tem que ter o médico para ser anestesista e pelos enormes progressos da farmacologia, que oferecem medicamentos cada vez mais seguros para a anestesia. Existem hoje medicamentos inalatórios tão eficientes e de eliminação tão rápida que, em tese, o paciente poderia ser acordado em minutos e sair andando da sala. É claro que não fazemos isto. É melhor que o paciente fique sedado um pouco mais, para relaxar do stress operatório, e repouse. Afinal o que fará super acordado se ele precisa repousar? Que acorde e fique tranquilo.

Tem risco Dr?

Toda atividade humana tem riscos. Sabemos que aviões caem e nem por isto deixamos de viajar de avião. Nosso dever é diminuir ao máximo os riscos, fazendo um bom pré operatório e operando em local seguro com equipes seguras, tanto de cirurgiões como de anestesiologistas. O local seguro pressupõe salas cirúrgicas com monitoramento moderno de todos os sinais vitais dos pacientes e protocolos firmes em que o paciente jamais ficará sem seu anestesista à sua cabeceira, o que aliás é um pressuposto da boa prática médica.

Mesmo sabendo que a segurança total não existe, diminuímos as possibilidades de complicações ao mínimo possível, tornado-as desprezíveis.

E exatamente por saber que complicações existem, o chefe da equipe deve ter a humildade e saber que, por melhor e mais hábil que ele seja, ela pode vir. E se vier ele estará em local seguro e, estando sempre preparado, saberá tratar a complicação.

É simples assim. Equipe médica boa, local seguro e um perfeito esclarecimento do paciente, em harmonia com seu médico.