Suco de toranja melhora eficácia de medicamento contra o câncer – 08/08/12

Beber um copo de suco de toranja por dia pode aumentar drasticamente a eficácia de drogas contra o câncer. É o que sugere estudo realizado por pesquisadores da University of Chicago Medicine, nos Estados Unidos. Os pacientes que combinaram a fruta com uma droga anticâncer específica apresentaram os mesmos benefícios que teriam se tomassem três vezes mais doses da medicação sozinha. Segundo os pesquisadores, a combinação poderia ajudar os pacientes a evitar os efeitos secundários associados com altas doses de droga e reduzir o custo da medicação. A toranja é um fruto ácido e azedo que resulta do cruzamento do pomelo com a laranja e possui características semelhantes ao limão e a laranja. O suco é conhecido por evitar que enzimas no intestino quebrem certas drogas, significando que mais doses podem entrar na corrente sanguínea. "O suco da fruta e drogas com um mecanismo semelhante podem aumentar significativamente os níveis sanguíneos de muitos medicamentos. No entanto isso tem sido considerado um perigo para overdose. Quisemos então testar se o suco de toranja pode ser usado de uma forma controlada para aumentar a disponibilidade e a eficácia da droga Sirolimus", explica o líder da pesquisa Ezra Cohen. Sirolimus ou Rapamicina é usado para prevenir a rejeição no transplante de órgãos, mas também está sendo testado como tratamento para certos tumores. Em um estudo publicado na Clinical Cancer Research, a equipe mostrou que pacientes que bebiam um copo de suco de toranja por dia aumentaram seus níveis de Sirolimus em 350%. Uma droga chamada cetoconazol, que também retarda o metabolismo de drogas, aumentou os níveis de Rapamicina em 500%. O efeito da toranja sobre as enzimas no intestino começa dentro de algumas horas de consumo e, gradualmente, desaparece durante alguns dias. Cohen e seus colegas organizaram três testes simultâneos de Sirolimus. Eles dividiram 138 pacientes com câncer para receber apenas Sirolimus; Sirolimus mais cetoconazol; ou Sirolimus mais suco de toranja. Os pacientes começaram com doses muito baixas de Rapamicina, mas as quantidades aumentaram conforme o estudo continuou. A dose ideal contra o câncer para aqueles que tomaram apenas a droga foi de aproximadamente 90 mg por semana. Em doses acima de 45 mg, no entanto, a droga causou sérios problemas gastrointestinais, tais como náusea e diarreia. As doses ótimas para os outros dois grupos eram muito mais baixas. Os pacientes que tomaram Sirolimus e cetoconazol precisaram de apenas 16 mg por semana para manter os mesmos níveis de drogas no sangue. Aqueles que tomaram Sirolimus mais suco de toranja, necessitaram de 25 a 35 mg de Sirolimus por semana. Nenhum dos pacientes do estudo ficou curado da doença, mas cerca de 30% tiveram a doença estabilizada, ou seja, passaram por um período no qual o câncer não avançou.

Fonte: Isaúde

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Saúde web: Hospital Daher expande Cardiologia- 02/08/2012
Próximo post
Comer com os olhos leva a excessos e ao ganho de peso- 08/08/12

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu