Exercício físico ajuda a lidar com situações de estresse em longo prazo

Exercícios moderados podem ajudar as pessoas a lidar com ansiedade e estresse por um longo período de tempo após o treinamento, de acordo com pesquisadores da Universidade de Maryland, nos EUA. O estudo revela que o exercício ajuda a amortecer os efeitos da exposição emocional a situações de estresse e ansiedade. "Embora seja sabido que o exercício melhora o humor, entre outros benefícios, não se sabe como a atividade física age sobre o estado emocional e se estes efeitos positivos persistem quando somos confrontados com estressores da vida diária. Agora, descobrimos que se uma pessoa se exercita, ela não só reduz sua ansiedade, mas também é mais capaz de se manter menos ansiosa quando confrontada com eventos emocionais", explica o pesquisador J. Carson Smith. Smith e seus colegas verificaram como a prática de ciclismo em intensidade moderada em comparação com um período de descanso tranquilo (ambos por 30 minutos) afetou os níveis de ansiedade em um grupo de estudantes universitários saudáveis. Eles avaliaram o estado de ansiedade dos participantes antes do período de atividade (ou descanso), pouco tempo depois (15 minutos após) e, finalmente, após expô-los a uma variedade de fotografias agradáveis e desagradáveis, bem como imagens neutras. Em cada ponto, os participantes do estudo responderam 20 questões de um questionário que avalia diferentes sintomas de ansiedade. Smith descobriu que o exercício e o descanso foram igualmente eficazes na redução dos níveis de ansiedade inicialmente. No entanto, uma vez que foram emocionalmente estimulados com as fotografias por 20 minutos, os níveis de ansiedade dos que tinham simplesmente descansado voltou ao padrão inicial, enquanto aqueles que tinham se exercitado mantiveram seus níveis de ansiedade reduzidos. Os resultados do estudo sugerem que o exercício pode desempenhar um papel importante em ajudar as pessoas a suportar melhor as ansiedades diárias da vida e as situações de estresse. A equipe agora pretende verificar se o exercício pode ter o mesmo efeito persistente e benéfico em pacientes que regularmente experimentam sintomas de ansiedade e depressão. 

Fonte: Isaúde, 14 de setembro de 2012

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Dieta com antioxidantes é boa para a beleza e retarda o envelhecimento
Próximo post
Ômega-3 e exercícios físicos podem retardar envelhecimento muscular

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu
Clique e marque