Perda de memória no Alzheimer está associada a problemas na percepção de objetos

Cientistas da Georgia Tech University, nos EUA, descobriram que a perda de memória em pessoas com Alzheimer em estágio inicial pode ocorrer devido, em parte, a dificuldades na percepção dos objetos. Os resultados fornecem novas evidências de que uma parte do cérebro, conhecida por ter influência apenas na memória, o lobo temporal medial, também desempenha um papel na diferenciação de objetos. Comprometimento cognitivo leve (MCI) é uma doença comumente classificada como precursora da doença de Alzheimer. Os investigadores testaram pacientes com MCI para sua capacidade de determinar se duas imagens colocadas lado a lado eram diferentes ou idênticas. Nos ensaios com alta interferência, muitas fotos da mesma imagem foram mostradas. As fotos variaram apenas um pouco quando não formavam uma combinação perfeita, seja por forma, cor ou padrão de preenchimento. Como esperado, os pacientes com MCI lutaram para identificar os pares idênticos. Nos ensaios de baixa interferência, esses objetos idênticos foram intercalados com ensaios em que as imagens eram mais extremas e muito diferentes. Por exemplo, uma imagem de uma borboleta foi mostrada ao lado de uma foto de um micro-ondas. Intercalando os muitos objetos semelhantes com fotos de objetos muito diferentes reduziu a quantidade de interferência. "Minimizar o grau de interferência da percepção melhorou a diferenciação dos objetos pelos pacientes, reduzindo o número de recursos visuais semelhantes", afirma a pesquisadora Rachel Newsome. Os resultados sugerem que, sob certas circunstâncias, reduzir a "poluição visual" poderia ajudar pacientes com MCI nas tarefas diárias. Por exemplo, os botões de um telefone tendem a ser do mesmo tamanho e cor. Apenas os números são diferentes – uma diferença visual muito pequena para alguém que luta com a percepção do objeto. Uma solução poderia ser usar um telefone com vários botões de tamanhos e cores diferentes. Segundo uma das autoras do estudo, Audrey Duarte, as pessoas costumam associar MCI e demência exclusivamente com perda de memória. Agora o estudo mostrou que a memória e a percepção dos objetos ao redor parecem estar interligadas na mesma área do cérebro humano. "Não só a memória parece ser estreitamente ligada à percepção, mas também é provável que uma afete a outra. Os pacientes de Alzheimer podem ter problemas para reconhecer o rosto de uma pessoa amada, não só porque eles não se lembram, mas também porque eles não são capazes de perceber corretamente a sua combinação de características distintas", concluem os autores.

Fonte: Isaúde, 02 de outubro de 2012

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Estudo canadense liga dieta rica em açúcar, sal e gordura a risco de AVC
Próximo post
Privação de sono pode engordar; entenda

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.