Dia Mundial da Psoríase visa conscientizar a sociedade e dar fim ao preconceito

 

Na última segunda-feira, 29 de outubro, foi o Dia Mundial da Psoríase, doença inflamatória crônica da pele. Esse dia tem como objetivo conscientizar a sociedade de que a psoríase não é contagiosa para diminuir o preconceito com as pessoas portadoras desta doença.

Uma doença que acomete homens e mulheres em qualquer idade, mas é a partir dos 30 anos que a pessoa se torna mais propensa e os primeiros sintomas podem aparecer. O diagnostico da psoríase se dá pelo surgimento de placas avermelhadas, crostas e coceira. “A psoríase atinge 2% a 3% da população e está relacionada a fatores genéticos e emocionais”, afirma Dr. Cristiano Velasco, médico responsável pelo Departamento de Laser e Dermatologia Daher.

A doença se agrava devido ao fator emocional, cujos sintomas são o estresse, principalmente, o frio, a baixa umidade e a ingestão de álcool. A psoríase pode propagar por todo corpo, inclusive, no couro cabeludo. Pela proporção da doença, a pele fica bem avermelhada e ocorre a descamação. “Alguns casos mais raros podem atingir as articulações causando dores e acometimento das unhas. Esta ultima, muitas vezes, pode constituir a única manifestação da doença, retardando seu diagnóstico. Portanto uma “micose” de unha de difícil tratamento, cabe ao dermatologista investigar a psoríase” explicou a dermatologista do Departamento de Laser e Dermatologia Daher, Dra. Cibele Caminha Tokarski.

Por ter um aspecto de micose, as pessoas julgam e definem como contagiosa, despertando o preconceito. Como o portador da psoríase tende a ter a pele seca, são necessários alguns métodos para a melhora da doença, como evitar banhos quentes. “Não é recomendado esfregar a área atingida, pois agravará a doença. É recomendado também, o acompanhamento psicológico, através de terapias, para a prevenção e cuidados da doença”, recomenda a médica. “O tratamento vai depender do tipo e extensão de doença, variando desde cremes, loções e hidratantes tópicos até medicamentos sistêmicos como biológicos e imunossupressores” acrescenta Dra. Cibele.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil
Próximo post
Hospital Daher participa da VII Estação Saúde e Qualidade de Vida no TRE

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.