Medicamento usado para reduzir colesterol afeta produção de energia nos músculos

efeito-colateral-conhecido-da-terapia-coCientistas da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, descobriram que o medicamento estatina, usado para controlar o nível de colesterol, afeta a produção de energia nos músculos. A pesquisa ajuda a explicar porque até 75% dos pacientes que tomam estatinas podem sofrer de dores musculares. Estatina é uma classe de medicamentos utilizada para o tratamento de níveis elevados de colesterol no sangue por meio da capacidade de inibir o fígado para produzir o colesterol. As estatinas são as drogas mais potentes no mercado para reduzir o colesterol de baixa densidade (LDL). “Um efeito colateral conhecido da terapia com estatinas é a dor muscular que afeta os pacientes fisicamente ativos submetidos ao tratamento. Esse efeito pode impedir as pessoas de tomar seus remédios ou de fazer exercícios. Ambas são escolhas ruins”, afirma o professor Flemming Dela. Segundo Dela, agora que mostraram que o tratamento com estatinas afeta a produção de energia nos músculos, eles estão trabalhando no pressuposto de que esta pode ser a causa direta de fraqueza muscular e dor nos pacientes. Os cientistas também mostraram que os pacientes examinados, que estavam em tratamento com estatinas tinham níveis baixos da proteína chave Q10. Eles acreditam que a depleção de Q10 e a consequente produção mais baixa de energia nos músculos pode ser a causa biológica da dor muscular, que é um problema para muitos pacientes. Fonte: Isaúde, 04 de janeiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Consumo excessivo de álcool afeta a fertilidade
Próximo post
Menopausa está vinculada aos problemas de memória, diz estudo

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu