Pesquisa associa consumo regular de alimentos fritos ao câncer de próstata

consumo-regular-de-batata-frita-esta-assConsumo regular de alimentos fritos tais como batatas fritas, frango frito e donuts está associado com um risco maior de câncer de próstata, e o efeito parece ser mais forte no que diz respeito a formas mais agressivas da doença, de acordo com pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, nos EUA. Estudos anteriores sugeriram que o consumo de alimentos preparados com métodos de cozedura a alta temperatura, tais como a carne grelhada, pode aumentar o risco de câncer de próstata, este é o primeiro trabalho a examinar a fritura. A líder da pesquisa Janet Stanford e seus colegas analisaram dados de uma base populacional de estudos envolvendo um total de 1.549 homens diagnosticados com câncer de próstata e 1.492 homens saudáveis pareados por idade. Os homens eram caucasianos e afro-americanos residentes da área de Seattle com idades entre 35 e 74 anos. Os participantes foram convidados a preencher um questionário dietético sobre o seu consumo habitual de alimentos, incluindo especificamente alimentos fritos. Os resultados mostraram que os homens que relataram comer batatas fritas, frango frito, peixe frito e / ou donuts pelo menos uma vez por semana tinham um risco maior de câncer de próstata em comparação com os homens que disseram ingerir esses alimentos menos de uma vez por mês. Em particular, os homens que comeram um ou mais desses alimentos pelo menos semanalmente apresentaram um risco de câncer de próstata entre 30 a 37% maior. Consumo semanal destes alimentos foi associado também com uma probabilidade maior de câncer de próstata mais agressivo. “A relação entre a doença e os alimentos fritos pareceu ser limitada ao nível mais alto de consumo, definido neste estudo como mais do que uma vez por semana, o que sugere que consumo regular de alimentos fritos confere risco particular para o desenvolvimento de câncer de próstata” , afirma Stanford. Substâncias cancerígenas Os possíveis mecanismos por trás do maior risco de câncer incluem o fato de que, quando o óleo é aquecido a temperaturas adequadas para fritar, compostos potencialmente cancerígenos podem formar-se no alimento frito. Os compostos cancerígenos incluem acrilamida (encontrado em alimentos ricos em carboidratos, como batatas fritas), aminas heterocíclicas e hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (substâncias químicas formadas quando a carne é cozida a altas temperaturas), aldeído (um composto orgânico encontrado no perfume) e acroleína (substância química encontrada em herbicidas). A concentração desses compostos tóxicos aumenta com a reutilização de óleo e o aumento do tempo de fritura. Fonte: Isaúde, 31 de janeiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Oito maneiras de controlar a vontade de comer doces
Próximo post
Comer maçã todos os dias melhora saúde do coração em um mês

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.