Cientistas dos EUA criam carne de vaca enriquecida com ômega 3

nova-tecnica-torna-possivel-enriquecer-aPesquisadores da Kansas State University, nos EUA, desenvolveram uma técnica que enriquece carne de vaca com ácidos graxos ômega 3, conhecido por reduzir o risco de doença cardíaca, colesterol e pressão arterial elevada. A carne enriquecida é chamado GreatO Premium Ground Beef e estará disponível para venda em Buffalo, Nova York, em fevereiro e comercialização no restante do país ainda este ano. Ômega 3 os ácidos graxos são encontrados em óleos de peixes e vegetais. Os EUA atualmente não tem uma ingestão diária recomendada de ômega 3, embora muitos médicos e nutricionistas sugiram entre 1,200 e 1,600 miligramas por dia, dependendo da idade e saúde da pessoa. “O hambúrguer feito da carne moída enriquecida tem 200 miligramas de ômega 3 e tem o mesmo gosto da carne moída regular. Isso torna a carne moída uma alternativa para as pessoas que querem adicionar ou aumentar a sua ingestão de ômega 3, mas não querem ingerir peixe ou suplementos”, afirma o líder do projeto Jim Drouillard. Segundo Drouillard, os americanos têm baixo consumo de peixe. As razões para isso incluem o custo dos peixes e a preferência pessoal. Americanos, no entanto, ingerem muitos hambúrgueres. Então, se pudermos fornecer às pessoas um hambúrguer que é rico em ômega 3, isso não requer uma mudança no estilo de vida, que é difícil de ser alcançada. A tecnologia para enriquecer a carne moída com o ômega 3 começou em 1998. Pesquisas mostraram que os níveis de ômega 3 aumentaram no gado conforme mais linhaça foi introduzida em sua dieta. A linhaça, após se converter no organismo, enriquece a carne nestes ácidos graxos essenciais. Após mais de uma década de pesquisa na melhoria do processo de enriquecimento, os criadores começaram a distribuir carne moída rica em ômega 3 para varejistas e fornecedores de alimentos. A carne moída é parte da linha da empresa de alimentos enriquecidos com ômega 3, que inclui carne de porco, frango, queijo, manteiga, leite e sorvete. A carne moída será a primeira a receber o selo de aprovação da Food and Drug Administration (FDA). Fonte: Isaude, 06 de fevereiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
6 erros comuns que favorecem o câncer de pele
Próximo post
Cigarro está ligado a 70% dos casos de câncer de bexiga, aponta estudo
Menu

Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.