Dormir faz bem para a memória

dormir-bem2Pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que a qualidade do sono influencia diretamente na capacidade do cérebro aprender e armazenar memórias. O estudo envolveu um grupo de 36 voluntários, dos quais metade tinha idade em torno de 20 anos e a outra metade cerca de 70 anos. De acordo com a literatura médica atual, a idade influencia na capacidade cerebral, no sono e na memória. Os voluntários foram submetidos a uma série de testes, através dos quais a equipe médica constatou que era possível prever a quantidade de sono profundo que cada participante teria com base nas condições de preservação do córtex pré-frontal médio, parte responsável pelo sono profundo e que se deteriora com a idade. Além disso, os testes mostraram que a quantidade de sono também podia prever como a pessoa se sairia em provas de memória. Os pacientes jovens que tiveram bom sono apresentaram melhor desempenho nos testes do que os participantes mais velhos, cujo sono tinha menor qualidade. De acordo com os pesquisadores, não é possível fazer muito para restaurar a região do cérebro danificada pela idade, mas eles acreditam que a qualidade do sono possa ser melhorada. Uma das alternativas para essa melhora é usar a estimulação elétrica de determinadas regiões do cérebro durante a noite. Fonte: Boa Saúde/BBC, 07 de fevereiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Conheça e saiba para que servem os diferentes tipos de peeling
Próximo post
Vacina em forma de adesivo é absorvida pela pele em cinco minutos

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu