Emagreça com saúde eliminando hábitos errados

Todos os dias, assim que acordamos, sentimos aquele incômodo no estômago que nos avisa que precisamos comer. Porém, nem sempre comemos somente porque precisamos, mas também, pela sensação de prazer que certos alimentos proporcionam.

É com essa sensação que precisamos tomar cuidado. Quando comemos como um ato de manutenção biológica, o nosso corpo agradece, porém quando excedemos, podemos trazer problemas à saúde e/ou o temido ganho de peso.

O emagrecimento é caracterizado por gastar mais energia que ganhamos. “Para isso, é fundamental aumentar o padrão de atividade física e restringir o excesso de calorias da alimentação”, explica o Dr. João Carlos Gonçalves Jr, endocrinologista do Hospital Daher.

O Dr. João Carlos dá algumas dicas para melhorar a alimentação e, consequentemente, emagrecer:

1) Organizar os horários:

  • Distribuição dos alimentos – iniciar o dia com o desjejum, evitar longos períodos sem se alimentar, porém não beliscar, e ingerir alimentos menos calóricos à noite;
  • Qualidade dos alimentos – evitar frituras, carnes gordas, laticínios gordurosos, açúcar, bebidas alcoólicas e massas refinadas e gordurosas. Valorizar as fibras consumindo frutas, verduras e legumes;
  • Quantidade de comida – apenas o suficiente para a manutenção.

2) Estruturar o ambiente de preparo da refeição – ter o alimento certo, na hora certa e no local certo. Isto significa se organizar para levar de casa ao local de trabalho ou estudo uma fruta, iogurte ou barrinha de cereal que vai servir de lanche. Estruturar o local de trabalho para viabilizar boas refeições, ou procurar um restaurante com boa variedade de saladas.

3) Comportamento correto:

  • Diferenciar fome e vontade de comer – quando temos fome, comemos qualquer coisa para sobrevivermos. Mas no cotidiano, escolhemos o que vamos comer baseado na memória do prazer alimentar que uma lasanha, pizza ou sorvete nos causam. Ou seja, juntamos a fome com a vontade de comer. Mas a fome tem de ser saciada, e as vontades têm de ter limites.
  • Saber controlar os impulsos – quem precisa emagrecer não deve comer por impulso, por ansiedade ou por compulsão. Para isso, poderá haver a necessidade de uma terapia.
  • Comportamento social – como nossas decisões alimentares muitas vezes se dão na vida social ou familiar, precisamos aprender a conviver sem extrapolar comendo e bebendo excessivamente.

Outro hábito que deve ser eliminado é o de comer muito rápido, pois não permite que o corpo mande a resposta de saciedade. “Comer bebendo líquidos simultaneamente também não é recomendável. Ter estoque de alimentos calóricos em casa ou na bolsa ou no escritório favorece o seu consumo quando não estamos organizados para ter os bons alimentos acessíveis”, alerta o Dr. João.

É importante evitar alimentos que não trazem benefícios à saúde como frituras, carnes gordas, laticínios gordos e bebidas alcoólicas, que além de não trazerem nutrientes, atrapalham a perda de peso. Invista em alimentos que melhoram a sensação de saciedade e têm ação preventiva e/ou protetora contra doenças, como: frutas, verduras, legumes, ovos, carnes magras, laticínios desnatados, cereais integrais, nozes e castanhas.

Para crianças e adolescentes, evitar longos períodos assistindo TV, jogando videogames e usando o computador, pois esses hábitos podem favorecer a obesidade. “Comer assistindo TV dificulta o controle da qualidade e quantidade ingerida”, acrescenta o endocrinologista.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

24 Comentários. Deixe novo

  • eu nao to conseguindo emagrecer, ajudem-me

    Responder
  • Blá, blá, blá e mais blá. Se fosse uma simples matemática, comer mais do que gastar, metade das pessoas já não estaria gorda. Todas estas dicas dadas já foram faladas, refaladas, trifaladas, tetrafaladas, etc. Nenhuma novidade. Todos nós, inclusive os endocrinologistas, conhecem pessoas que comem muito, gastam pouco e não engordam. E o contrário também, comem pouco, vivem se exercitando e, qualquer vacilo, engordam. A coisa é bem mais complicada do que estes conselhos velhos.

    Responder
    • Claro que é mais complicado que só esta matemática. O determinante final do peso é o metabolismo individual, que deveria dar destino em qualquer excedente alimentar. A Medicina atual ainda está muito aquém de dar respostas consistentes a estas questões, o que não livra as pessoas com problemas de peso a “se virarem” para amenizar a situação e manter a saúde.

      Responder
  • Vou fazer como o senhor orientou;comer devagar, o que eu preciso,não como bebendo,,[já eliminei todos os refrigerantes] tenho um grande problema é colesterol alto isso já é de familia.não como fritura evito o maxímo comer carnes gordurosa;gosto de massas(pão) um pala manhã e outro a noite.

    Responder
  • AI AI… AS PESSOAS FICAM COM RAIVA PORQUE QUEREM EMAGRECER SEM FAZER ESFORÇO. É ISSO SIM. TEM QUE GASTAR MAIS DO QUE CONSOME. QUANDO DIGO QUE ELIMINEI 35KG OS OLHOS DAS PESSOAS BRILHAM E ELAS ME PERGUNTAM: NOSSA COMO? AÍ EU DIGO QUE FOI COM REEDUCAÇÃO ALIMENTAR E EXERCÍCIOS E ELAS FICAM COM RAIVA. É DIFÍCIL MESMO, PRINCIPALMENTE PARA QUEM DESENVOLVE UMA RELAÇÃO DE AFETIVIDADE COM A COMIDA. MAS COM MUUUUITO ESFORÇO TODO MUNDO CONSEGUE.

    Responder
    • Parabéns Hellaine, pretendo chegar ao seu patamar um dia… espero que consiga manter seus hábitos e que sua força de vontade e motivação possa servir de estímulo para todos, assim como eu, mais do que querer, precisam emagrecer.

      Responder
  • Amei esta matéria, infelizmente não estou conseguindo seguir uma dieta balanceada, estou anciosa, vou procurar um médico para me ajudar.

    Responder
    • mude seus abitos alimentares substituindo 2 das 3 refeiçoes diaria pelos produtos da herbalife, eu tomo os produtos a 1 ano reduzi no primeiro mes 10kilos estou só mantendo agora e sou apaixonada pelos produtos te garanto realmente perde peso tente não custa nada se enteressou entre em contato te ajudarei como ja ajudei e ajudo muitas pessoas…

      Responder
  • A educação alimentar e essencial para todos, agora quem não quer enao esforça p obter resultados, fica revoltado mesmo c a matéria. Não existe mágica p isso. E essencial e é verdade q todas as matéria dão praticamente a mesma dica, pois e essa p obter resultados. Mesmo lendo e revendo as pessoas não levantam a bunda d sofá e toma atitude p uma vida mais saudável em vez de está criticando a matéria, tentando se sentir melhor c isso.

    Responder
  • Realmente, as pessoas culpam as outras pelo fracasso delas.
    Eu eliminei 12 Kg em 5 meses fazendo exercício físico e reeducação alimentar!!!
    Desde os 9 anos eu era “gordinha”, hoje, com 21 anos penso que quem não emagrece é porque não quer ou tem algum problema de saúde!!!
    Ótima matéria!!!
    Animo galera!!!!

    Responder
  • Parabéns! é tão dificil termos acesso à informações de um especialista de graça e tão clara e objetiva, muito obrigada!

    Responder
  • faco todas essa trajetoria e nao perco nada sera porque nao faco atividades fizicas

    Responder
    • Maria José, convém fazer uma avaliação mais aprofundada de sua saúde, pois é possível que alguns aspectos internos da sua saúde mantenham a dificuldade em perder peso, criando uma espécie de “círculo vicioso”

      Responder
  • SEMPRE TENTO FAZER DIETAS MAS NAÕ CONSIGO ME AJUDA………

    Responder
    • Vamos admitir que não é fácil mesmo… Sugiro a você assumir isto, e investir no próprio auto-cuidado, com auxílio de psicoterapia se preciso, acompanhamento nutricional e/ou até médico, entregando a responsabilidade de organizar seus exercícios a um educador físico. É natural que tudo isto represente um gasto de tempo, dinheiro e expectativas, mas as chances de sucesso são bem maiores…

      Responder
  • trabalhava numa clinica de estética em 3 anos engordei 12 kg,agora tem 1 ano que sai,agora trabalho numa academia emagreci 9 kg,as regras todos nos sabemos,o que mudei foi ,conseguir malhar mais tempo e tb comer de 3 em 3 hs. foi o que modifiquei, foi ter mais tempo p/cuidar mais de mim.

    Responder
  • Para todos aqueles que estão querendo fazer uma reeducação alimentar e perder peso, procurem um nutricionista! Vocês não perderão peso tentando encontrar soluções pela internet, esse é o erro mais comum que escutamos no consultório. Procurem um nutricionista, ele é o especialista em alimentação e que poderá ajudar-lhes da melhor maneira.

    Responder
  • o que me fez perder 24 kilos em mnos de um ano foi atividade fisica muita diciplina e acompanhamento com endroquinologista com nutricionista
    muita malhação duas horas por dia
    e e isso ai so dieta nao faz milagre
    vai a dica
    e boa sorte pra aqueles que querem emagrecer

    Responder
  • Eu naum sei como emagrecer,,,quase naum como so mesmo o basico e bem pouquinho pois estou amamentando minha bebe tem 3 meses e eu gostaria muito d emagrecer preciso muitoooooooooo….o meu parto foi cesaria sera q ja posso malhar??

    Responder
  • concordo plenamente com o comentario da Leila

    Responder
  • ola Dr Joao Carlos, gostaria de pedir a sua ajuda.. Eu trabalho de manha, estudo a tarde e trabalho a noite tbm, nao tenho muito tempo, meus intervalos sao muito corridos, como faço pra ter uma boa alimentaçao e conseguir perder peso…

    Responder
    • Por mais difícil que seja, é necessário se organizar para seguir um esquema alimentar ajustado, viável e realista. Aproveitar pequenos momentos com exercício de mais alta intensidade, mesmo que não diariamente. Isso tudo tem de se ajustar à sua vida como ela é atualmente, e não fazer com que teu trabalho e estudo fiquem em função da dieta. Se não é assim, você não vive!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Maracujá e seus benefícios que vão além da ação tranquilizante
Próximo post
Tratamento experimental utiliza açúcar para promover cicatrização de feridas

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu