Bactérias encontradas no solo podem garantir o seu bom humor, afirma estudo

soloEste recente e surpreendente fato é o resultado de uma pesquisa experimental, que comprova que o contato humano com certas bactérias desenvolvidas no solo podem trazer benefícios à saúde mental humana. Estudos relacionados à ingestão de probióticos para melhorar a saúde das pessoas têm se tornado comum e mais conhecido nestes últimos anos. Segundo a Organização Mundial de Saúde, os probióticos são “organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro”. (FAO/WHO, 2001) Os probióticos tem efeito positivo no organismo equilibrando a função bacteriana intestinal, como no controle de diarreias, do colesterol e na redução do risco de câncer. Além disso, essas bactérias vêm sendo comumente utilizadas como componentes de alimentos industrializados, como iogurtes, leites fermentados, ou ainda podem ser encontrados na forma de pó ou cápsulas para o consumo. A bactéria que hoje está em evidência é a chamada Mycobacterium vaccae – vaccae do latim “vacas”, ela foi a primeira bactéria cultivada a partir do esterco de vaca e utilizada em pesquisa realizada por oncologistas, enquanto tratavam pacientes com câncer. Após o inusitado tratamento, um inesperado resultado aconteceu: os doentes relataram que se sentiam melhor, e de fato possuíam menos sintomas cancerosos. Para entender melhor a funcionalidade dessa bactéria no organismo, o Dr. Chris Lowry e seus colegas pesquisadores da Universidade de Bristol e da Universidade de Londres, realizaram um experimento próprio utilizando antígenos de Mycobacterium vaccae em camundongos. No ano de 2007 os resultados mostraram que as bactérias nestes animais ativava o sistema imunológico e aumentava o nível de serotonina. Nos humanos, a serotonina atua no cérebro e é um neurotransmissor que tem a função de regular o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, sensibilidade à dor, temperatura corporal, funções intelectuais e movimentos corporais. Quando os níveis de serotonina estão baixos ou considerados inadequados, o indivíduo pode desenvolver a ansiedade, apresentar depressão, perturbação obsessiva-compulsiva, síndrome do intestino irritável e fibromialgia. Uma das formas de aumentar a concentração de serotonina na corrente sanguínea é consumir alimentos ricos em triptofano, como leite, iogurte desnatado, banana, abacate, feijão, arroz, batata, queijo branco, nozes e castanha, além de praticar exercícios físicos regulares. Depois das pesquisas feitas com os camundongos, comprovou-se que a bactéria M. vaccae tem potencial para ser incorporado em uma droga anti-depressiva. As pesquisadoras Dorothy Matthews e Susan Jenks das Faculdades Sage em Troy, Nova York, aproveitaram a ideia inicial do Dr. Lowry, mas ao invés de injetar a bactéria nos ratos, elas os alimentaram com a M. vaccae. O resultado também foi bastante positivo: os ratos tiveram menos sintomas de ansiedade, e a sua capacidade de aprender a passar pelo labirinto proposto aumentou. Os níveis de serotonina também aumentaram melhorando a concentração dos animais. Entretanto, após três semanas, o desempenho deles diminuiu devido ao baixo nível de bactérias que ainda havia em seus organismos. Após tais resultados, os pesquisadores afirmam que essa bactéria é capaz de trazer aos humanos os benefícios semelhantes daqueles observados nos ratos. O próximo passo agora seria convencer as pessoas a cultivarem essas bactérias em seus solos, e mais do que isso, fazê-las incluir a M. vaccae em suas dietas diárias com o objetivo de mantê-las sempre felizes e de bem com a vida. Mais uma vez a natureza prova que está do lado do ser humano. E você vai aderir a essa nova e interessante dieta à base de bactérias? Fonte: Jornal Ciência, 19 de fevereiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Níveis elevados de ozônio na atmosfera aumentam risco de parada cardíaca
Próximo post
Medicamento promete fazer você se sentir bem dormindo apenas 2h por dia

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu