Diabetes pode matar caso não seja tratada corretamente

Homens e mulheres, em qualquer idade, estão expostos a uma doença silenciosa, crônica e grave. O diabetes é ocasionado pelo excesso de açúcar no sangue, devido à falta ou má absorção de insulina. Caso não seja tratado, pode acarretar vários outros problemas de saúde, como, a cegueira, amputação de membros por infecção e até mesmo causar a morte.

“O diabetes, em alguns casos, pode ser fatal, principalmente por suas complicações renais, neuropatia diabética (lesão dos nervos) e também por infartos silenciosos, pois é uma patologia que está associada a várias outras”, explica a Dra. Fauzi Rached, clínica médica do Hospital Daher.

Os sintomas do diabetes são comuns e podem ser relacionados a outras doenças. Por isso é importante procurar um médico e fazer exames regulares para evitar o agravamento da doença e danos à saúde. Os sintomas são: aumento do apetite, alterações visuais, impotência sexual, infecções, poliúria (aumento do volume urinário), polidpsia (excessiva sensação de sede e perda de água pela urina), distúrbios cardíacos e renais, dentre outros.

A obesidade, hereditariedade, sedentarismo, hipertensão, idade acima dos 40 anos e estresse emocional são fatores que favorecem o desenvolvimento da doença. Existem dois tipos de diabetes, o tipo I e II. O primeiro, se refere à pouca produção de insulina, ou em alguns casos nenhuma, e surge na infância ou adolescência. O tratamento consiste na aplicação diária de injeções à base de insulina. Já o tipo II, ocorre geralmente após os 40 anos e o paciente utiliza medicamentos para diminuir a quantidade de açúcar no sangue. “Tanto a aplicação de insulina quanto o uso oral de medicamentos devem ser aliados a uma alimentação correta e a prática de exercícios físicos (realizados diariamente) para o controle das taxas”, alerta a Dra. Rached.

Para prevenir e evitar o alastramento da doença é necessário a adoção de hábitos saudáveis e manter um acompanhamento médico periódico. “Hoje em dia, o diabetes é uma doença que não tem cura, mas é possível controlá-la através de orientações feitas por um especialista. Um tratamento bem feito garante qualidade de vida para o paciente, diferentemente de quando não é tratada, além de proporcionar uma vida mais saudável”, conclui a médica.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

6 Comentários. Deixe novo

  • Polidipsia – perda de água pela urina? Não seria aumento na sensação de sede?

    Responder
  • Diabete causa dor ??

    Responder
  • Qual. E. Sitoma. Da. Diabete. Tipo. 1

    Responder
    • Anderson-a-n@hotmail.com
      24/05/2020 23:41

      Inicialmente, sede e perca de peso… A sede vai fazer beber muita água, fora do comum, logo então irá urinar muito, muito mesmo, e como seu corpo está tentando se livrar disso, vai pedrr muito líquido e então vai emagrecer muito.

      Responder
  • Sou portadora de diabete tipo 2, pois é emocional, faço o controle por insulina de NPH e Regular e tomo mediformina 500, e quando me estresso ela aumenta pra 500, o que eu faço?
    Me ajude, trabalho em escola sou inspetoria chego em casa com a Diabete sempre alta.

    Responder
  • Meu amigo tem 53 anos e ficou dias sem tomar o remédio ficou muito ruim com vômito é muito debilitado,pediu ajuda a irmã dele foi levado ao pronto socorro e foi direto pra UTI só que adquiriu infecção hospitalar e está em coma a dois dias o caso dele é grave têm chance dele sair dessa ?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Alimentos que combatem a enxaqueca
Próximo post
Maconha sintética pode danificar rins de usuários

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu