Pneumonia mata mais que aids, malária e tuberculose

pneumonia (1)De caráter inflamatório, a pneumonia é uma reação que afeta os pulmões, principalmente os alvéolos pulmonares, e pode ser infecciosa. Homens e mulheres podem ser atingidos, sendo mais comum em recém-nascidos, crianças menores de cinco anos e idosos acima de 65 anos. Esta doença pode ser provocada por bactérias, fungos, vírus, parasitas, reações alérgicas ou por agentes irritantes, como fumaça, por exemplo.

Crianças menores de cinco anos são as principais vitimas desta inflamação pulmonar e em muitos casos vão a óbito por falta de tratamento. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 99% das vitimas fatais da pneumonia vivem em países em desenvolvimento, onde grande parte das pessoas não tem acesso ao sistema de saúde. Pesquisas revelam que a doença mate 1,2 milhão de crianças menores de 5 anos todos os anos no mundo, mais ainda que as mortes provocadas por aids, malária e tuberculose juntas.

“Fatores como a baixa imunidade (devido a subnutrição e desnutrição), a precariedade das condições de higiene, ausência da vacinação contra a pneumonia e a falta de tratamento adequado favorecem o surgimento da doença em crianças e por isso tornam-se vitimas fatais”, explica o pediatra, Cláudio Viana, do Hospital Daher.

Não são apenas as crianças que estão propensas a esta enfermidade, os adultos também estão expostos devido a elementos de risco que instigam o aparecimento da doença, tais como, tabagismo, mudanças de temperatura e o uso de drogas.

Os sintomas se diferem quando se trata da pneumonia em adultos e em crianças, sendo que todos podem apresentar sintomas clássicos, como: febre alta e persistente, dor torácica, dor ao inspirar ou apresentar movimentos respiratórios mais constantes. “Os idosos não ter os sintomas clássicos, devendo prestar bastante atenção na presença de confusão mental, piora acentuada do estado geral (fraqueza, perda do apetite e desânimo) e nas crianças deve-se observar se há choro constante ou febre persistente”, alerta o pediatra.

A pneumonia bacteriana não é contagiosa e tem cura, mas para o tratamento apresentar bons resultados, a doença deve ser tratada desde o inicio, através de antibióticos receitados por especialistas. Em alguns casos, outras medidas são necessárias e vão depender do quadro clinico do paciente.

Para prevenir a doença é necessário cuidados com a higiene pessoal. “Cuidados simples como lavar as mãos e fazer assepsia com álcool são fundamentais. Além da alimentação correta e tomar a dose da vacina contra a pneumonia são os principais métodos eficazes de impedir a manifestação da doença”, recomenda o Dr. Viana.

 

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Medicamento para asma é eficaz no tratamento de problemas da pele
Próximo post
Distúrbio causa mudança de humor e queda hormonal em homens

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu