Prepare ovos de forma saudável

imgHandlerO ovo já foi considerado um inimigo da saúde do coração por aumentar o colesterol ruim (LDL). “Porém, hoje se sabe que o principal responsável pelo aumento de colesterol no sangue não é o colesterol ingerido através dos alimentos”, diz a nutricionista Fernanda Brunacci, da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem Estar, de São Paulo. Na verdade, a maior parte do colesterol presente em nosso sangue é produzida pelo próprio organismo. Segundo a especialista, o ovo merece entrar no cardápio por ser rico em proteínas que garantem o bom funcionamento do organismo, além de ser fonte das vitaminas A, D, E, K e do complexo B, e minerais como ferro, fósforo, manganês, potássio e ômega 3. Além disso, estudos indicam que esse alimento possui uma substância chamada lecitina, responsável por interferir na absorção do colesterol e impedir que ele seja captado pelo intestino, diminuindo os níveis de colesterol no sangue – exatamente o contrário do que se pensava antes. Existem muitas maneiras de preparar um ovo que deixam o prato ainda mais saudável, sem prejudicar a dieta. Confira o que nutricionistas recomendam: Prefira o ovo cozido “Preparar o alimento cozido elimina as gorduras prejudiciais à saúde presentes no ovo frito”, explica a nutricionista Fabiana Marangoni, do Spa Fazenda Igaratá. Além disso, ele é menos calórico – um ovo frito tem em média 107 calorias, enquanto o cozido tem apenas 75. O ovo cru também não é recomendado, pois é meio de contaminação da bactéria Salmonela. “Quando submetemos o ovo ao calor, essa bactéria não sobrevive, eliminando o risco”, diz a nutricionista. Acrescente ovos à salada  Ao acrescentar ovos à salada, enriquecemos o prato com uma fonte de proteínas e ainda tornamos a experiência de comer salada mais saborosa – afinal, é muito comum as pessoas torcerem o nariz para os vegetais. O ovo dá um sabor a mais ao prato. Use água para fritar  Ao pensar em fritura, logo vem à cabeça óleos e manteiga – que deixam a preparação mais gordurosa e menos saudável. Até mesmo os óleos vegetais, como os de soja, milho, girassol, oliva e linhaça, não são bem-vindos na frigideira. “Quando submetidos a muito calor, esses óleos se transformam em gordura trans, perdendo todos os benefícios que possuem”, explica a nutricionista Fernanda Brunacci. Mas a nutricionista dá uma alternativa: em vez de usar óleo, manteiga ou margarina para fritar o ovo, use água! “Coloque metade de um dedo de água na frigideira e, quando começar a ferver, quebre o ovo e frite do jeito normal”, conta Fabiana. Fritando o ovo dessa forma, as calorias dele voltam as 75 iniciais, equivalentes às calorias do ovo cozido. Acrescente legumes Nada melhor do que rechear a sua omelete com tomate, cebola, cenoura, abobrinha, chuchu e tantas outras opções de legumes fatiados ou ralados. “Essa é uma ótima forma de deixar a sua omelete mais saudável e rica em nutrientes”, diz a nutricionista Fabiana Marangoni. Omelete assada  Em vez de fritar a omelete, você pode fazê-la assada, eliminando a gordura do óleo ou da manteiga que seria usada para fritá-la. “A mesma mistura da omelete que seria frita pode ser disposta em uma assadeira untada e enfarinhada, ou então em uma assadeira antiaderente, e colocada no forno para assar”, conta a nutricionista Fabiana Marangoni. Cuidados com a conservação  Ao comprar os ovos, o ideal é guardá-los sempre fora das embalagens de papelão, dentro da geladeira e, preferencialmente, na prateleira superior, que é a área mais refrigerada. “Dessa forma, não há risco de contaminação”, explica a nutricionista Fabiana Marangoni. Também é importante lavar os ovos apenas no momento em que for usá-los, e não assim que chegar do mercado, pois a limpeza destruirá a camada que os protege contra bactérias, deixando-os mais suscetíveis à contaminação. Receita campeã  A nutricionista Fabiana Marangoni preparou uma receita de omelete deliciosa, cheia de nutrientes e que cabe na dieta – são só 110 kcal por porção, sendo que a receita rende duas porções. Confira: Ingredientes 2 ovos 1 fatia fina de queijo minas light ½ unidade de tomate não muito maduro Orégano a gosto 1 colher (chá) de óleo de canola Modo de preparo Pique o queijo e o tomate em cubos pequenos e reserve. Bata os ovos juntamente com o orégano e, depois de batido, acrescente o queijo e o tomate. Numa frigideira para panqueca anti-aderente, coloque o óleo de canola e espalhe com uma espátula. Adicione a mistura da omelete e aguarde em fogo baixo até cozinhar. Vire a omelete e deixe dourar. Servir em seguida. Fonte: Minha Vida, 28 de fevereiro de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Excesso de álcool na gravidez prejudica desenvolvimento cognitivo dos filhos
Próximo post
Novo estudo reforça dieta mediterrânea como protetora do coração

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu