“O segredo do envelhecimento saudável está na alimentação”, alerta geriatra

Smiling couple sitting in hammockNos últimos 20 anos, o número de idosos mais que dobrou e, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), corresponde a 12% da população. Mas, nem todos os brasileiros envelhecem de forma saudável. Para o geriatra dr. Ronaldo Delmonte Piovezan, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), o segredo para se ter qualidade de vida está na alimentação. — A dieta do idoso deve priorizar três nutrientes: proteína, cálcio e vitamina D. A combinação dessas substâncias vai contribuir para a prevenção de doenças comuns nessa faixa etária, entre elas, infecções, osteoporose, demência, Alzheimer e fraturas. O problema, segundo o médico, é que essa recomendação não é adotada pela maioria das pessoas acima dos 60 anos. Entre os motivos, o dr. Piovezan cita falta de apetite, diminuição do paladar, problemas de digestão, constipação e resistência para mudar hábitos de vida. Para driblar esses obstáculos, o especialista recomenda fracionar a quantidade dos alimentos ao longo do dia, ou seja, “consumir de 20 g a 30 g de proteínas por refeição, ingerir 500 mg de cálcio de duas a três vezes por dia e tomar banho de sol diariamente”. — A proteína e o cálcio podem ser encontrados no leite, iogurte, carne, frango e peixe, mas se o idoso tiver dificuldade de ingerir essa quantidade de nutrientes diariamente, pode recorrer a um suplemento nutricional em pó. O mercado oferece o produto específico para essa faixa etária que deve ser consumido junto com as refeições. De acordo com o médico, esses nutrientes vão ajudar no fortalecimento da massa muscular, que a partir dos 60 anos reduz em uma velocidade acelerada, de 3% ao ano. O médico lembra ainda que o enfraquecimento da saúde muscular e óssea prejudica a independência da execução das atividades rotineiras. Outro ponto destacado por ele é em relação à hidratação. Como o idoso não costuma sentir sede, é comum ele esquecer de beber água. — A desidratação é a principal causa de delírio, o que muitas vezes pode ser confundido com outras doenças mais graves. Mas, o quadro é potencialmente reversível e, se não tratado, pode levar à morte. Para facilitar a ingestão de líquidos, o geriatra orienta consumir 10 copos de água, suco ou e chá ao longo do dia, mesmo sem sentir sede. — Essas atitudes associadas a prática regular de atividade física garantem a manutenção do peso, a prevenção de doenças e a qualidade de vida. Fonte: R7, 01 de março de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Consumo excessivo de bebidas alcoólicas gera danos à saúde
Próximo post
Sete dicas para deixar seu miojo mais saudável

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu