Açúcar presente nos alimentos têm ligação direta com diabetes tipo 2

diabetes em alimentosPesquisadores da Universidade da California, nos EUA, descobriram que o açúcar presente em alimentos podem ter uma ligação direta e independente com o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Os resultados contradizem a teoria de que comer muito de qualquer alimento, incluindo o açúcar, pode causar aumento de peso e que a obesidade resultante desse hábito é que predispõe as pessoas ao diabetes. Pesquisadores examinaram dados sobre a disponibilidade global de açúcar e as taxas de diabetes de 175 países durante a última década. Após a contabilização para a obesidade e uma grande variedade de outros fatores, eles descobriram que o aumento da oferta de açúcar nos alimentos foi associado a maiores taxas de diabetes, independentemente das taxas de obesidade. O estudo foi publicado na revista PLoS ONE. O estudo fornece a primeira evidência de base populacional em larga escala para a ideia de que nem todas as calorias são iguais do ponto de vista do risco de diabetes. “Foi uma surpresa. Nós não estamos diminuindo a importância da obesidade, mas estes dados sugerem que existem outros fatores que contribuem para o risco de diabetes, além da obesidade e ingestão total de calorias, com o açúcar parecendo desempenhar um papel proeminente”, afirma o autor principal Sanjay Basu. Especificamente, mais açúcar foi correlacionado com maior incidência de diabetes. Para cada 150 calorias adicionais de açúcar disponível por pessoa, por dia, a prevalência de diabetes na população subiu 1%, mesmo depois de controlar a obesidade, atividade física, outros tipos de calorias e variáveis econômicas e sociais. Em contraste, um adicional de 150 calorias, de qualquer tipo, causou um aumento de apenas 0,1% na taxa de diabetes da população. Segundo os pesquisadores, não só foi a disponibilidade de açúcar que se correlacionou com o risco de diabetes, mas quanto mais a população foi exposta ao excesso de açúcar, maior taxa de diabetes após o controle de obesidade e outros fatores. Além disso, as taxas de diabetes caiu ao longo do tempo quando a disponibilidade de açúcar caiu, independente de mudanças no consumo de calorias e atividades físicas ou taxas de obesidade. “Epidemiologia não pode diretamente provar a causa. Mas, em medicina, contamos com os postulados de Austin Bradford Hill para examinar associações de causalidade inferir, como fizemos com o tabagismo. Você expõe o sujeito a um agente, ele desenvolve a doença, você retira o agente, a pessoa melhora da doença, você re-expõe e a doença piora novamente. Este estudo satisfaz esses critérios, e coloca o açúcar com o papel principal”, explica o autor sênior Robert Lustig. O estudo A equipe utilizou dados da United Nations Food and Agricultural Organization para estimar a disponibilidade de alimentos diferentes nos 175 países analisados, bem como as estimativas da Fundação Internacional de Diabetes sobre a prevalência da doença entre os 20 a 79 anos de idade. Os pesquisadores empregaram novos métodos estatísticos derivados de econometria para controle de fatores que poderiam fornecer explicações alternativas para uma aparente ligação entre açúcar e diabetes, incluindo excesso de peso e obesidade; alimentos como fibras, carnes, cereais e óleos; calorias totais disponíveis por dia; comportamento sedentário, taxas de desenvolvimento econômico. De acordo Basu, mais estudos são necessários para examinar possíveis ligações entre diabetes e fontes de açúcar específicas, tais como xarope de milho ou sacarose, e também para avaliar a influência de alimentos específicos, tais como refrigerantes ou alimentos processados. Outro passo importante futuro é a realização de ensaios clínicos aleatórios que poderão afirmar uma ligação de causa e efeito entre o consumo de açúcar e diabetes. Fonte: Isaúde, 04 março de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Identificadas vias do cérebro que provocam alimentação compulsiva
Próximo post
Vitamina A: conheça sua importância para o corpo humano

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.