Viver em ambientes frios aumenta expectativa de vida

frioOs pesquisadores já sabiam que animais de sangue frio, como vermes, moscas e peixes, vivem mais em ambientes frios. Contudo, até então não se sabia a razão para isso. Agora pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriram um programa genético que aumenta a longevidade de vermes em ambientes frios. A boa notícia é que esse programa genético também está presente em animais de sangue quente, como os seres humanos. De acordo com o autor do estudo, Dr. Shawn Xu, a descoberta levanta a possibilidade de que a exposição ao frio, ou a estimulação farmacológica do programa genético de sensibilidade ao frio, pode aumentar a longevidade em mamíferos. Os pesquisadores explicam que a hipótese aceita até a descoberta do programa genético é de que a maior longevidade em locais frios se dá por um processo termodinâmico passivo, no qual as temperaturas baixas reduzem a taxa de reações químicas e, consequentemente, a velocidade do envelhecimento. Xu explica que a descoberta do programa genético vai contra essa teoria do processo passivo, pois mostra-se como um processo ativo, regulado por genes. O ar frio ativa um receptor conhecido como canal TRPA1, encontrado nos nervos e nas células de gordura em nematóides, e o TRPA1 leva cálcio para as células. As pesquisas mostraram que a cadeia de eventos atinge o DAF-16/FOXO, um gene associado com a longevidade. Os vermes utilizados no estudo que não tinham o canal TRPA1 tiveram vida mais curta mesmo a temperaturas mais baixas. O estudo associa, também, a sinalização do cálcio com a longevidade e descreve uma ligação entre o tecido gorduroso e a resposta à temperatura. Os cientistas já sabiam que a redução de 0,5°C pode aumentar em 20% o tempo de vida de camundongos. Contudo, não é prático para os seres humanos tentar reduzir a temperatura corporal central. Segundo Xu, a questão que o estudo levanta é se o ar frio do inverno poderia ajudar a aumentar a longevidade. Fonte: Boa Saúde, 13 de março de 2013]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Níveis de colesterol podem variar de acordo com a estação do ano
Próximo post
Saiba mais sobre a celulite

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.