Reduzir o sal e ingerir mais potássio ajudam a controlar a pressão arterial

SALPara controlar a pressão arterial e proteger as artérias do coração, não basta diminuir o sal – é preciso também aumentar a ingestão de frutas, verduras e legumes, que têm potássio, um nutriente extremamente importante para equilibrar o sódio no organismo, como explicou a pediatra Ana Escobar no Bem Estar desta quinta-feira (21). Segundo o nutricionista Marcelo Barros, a recomendação é de que a dieta diária tenha, no máximo, 2.000 mg de sódio (sal) e cerca de 4,8 gramas de potássio. Mantendo esse equilíbrio, é possível prevenir a pressão alta e, consequentemente, o infarto do miocárdio e também o AVC. Porém, para conseguir controlar as quantidades, é importante saber as características dos alimentos – por exemplo, 2 salsichas já têm mais da metade da quantidade de sal que pode ser consumida em um único dia, como alertou a pediatra Ana Escobar. O IBGE aponta que, no Brasil, o comportamento do brasileiro é a maior causa dos problemas com o excesso de sal. Isso porque cerca de 60% do que é consumido é adicionado no preparo das refeições, 20% adicionado à mesa nos alimentos e só 20% de produtos industrializados. De maneira geral, a dica é acrescentar na comida, no máximo, 2 gramas de sal por dia, o que corresponde a dois pacotes pequenos dos tipos que são encontrados em restaurantes. O restante da quantidade permitida de sódio por dia virá naturalmente dos alimentos ou dos produtos industrializados. Porém, como alertou o nutricionista Marcelo Barros, existe uma regra simples na hora de comprar: evitar os alimentos que tenham em sua tabela nutricional mais de 7% de sódio por porção – quanto menos, melhor. No caso de uma lasanha pronta, por exemplo, há 61% de todo o sódio que é possível consumir diariamente.   Porém, vale lembrar que o sal não prejudica todos como regra. Para saber se o corpo é sensível ao sódio, é importante sempre medir a pressão arterial em um posto de saúde – dependendo do resultado, o médico pode orientar a melhor dieta para o paciente. Caso a necessidade seja de reduzir o sal, há a opção de utilizar o sal de ervas, o sal marinho ou o gersal, muito usado pelos vegetarianos e macrobióticos. Por outro lado, no caso do potássio, é muito mais fácil consumir a quantidade recomendada de 3,5 gramas – basta incluir de 5 a 6 porções de frutas e vegetais ao dia. Mas é preciso cuidado com o processamento desses alimentos que podem reduzir a quantidade de potássio, ou seja, é melhor comer a fruta ou o vegetal naturais do que beber um suco, por exemplo. De acordo com a pediatra Ana Escobar, uma ótima fonte de potássio é a banana e deve ser incluída na alimentação. Fonte: Bem Estar]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Cientistas descobrem gene ligado à regeneração das células do coração
Próximo post
Má postura ao andar de carro, ônibus ou moto pode causar dor nas costas

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu