Alergias afetam mais crianças que vivem em lares 'limpos', diz estudo

rinite_300_400As crianças americanas sofrem cada vez mais de alergias e as que vivem em famílias mais “cuidadosas” são especialmente afetadas, segundo um relatório do governo americano. As alergias na pele, como eczemas (dermatites), em menores de 17 anos registraram o maior avanço na última década, passando de 7,4% em 1997-1999 para 12,5% no período 2009-2011, de acordo com o documento do Centro Nacional de Estatísticas de Saúde Pública (NCHS). As alergias alimentares também registraram alta no período e passaram de 3,4% a 5,1%. A taxa de alergias respiratórias permaneceu constante e, entre elas, a febre do feno (rinite alérgica) continua sendo a alergia mais comum na infância (17%). Uma alergia é uma reação exagerada a substâncias que o sistema imunológico deveria considerar inofensivas, como o pólen, leite ou amendoim. Alguns especialistas acreditam que o aumento das alergias nos Estados Unidos e em outras partes do mundo desenvolvido é motivado pelo aumento da higiene pessoal, que elimina os germes. Assim, a falta de estímulo infeccioso do sistema imunológico nas crianças pequenas impede o desenvolvimento de suas defesas para lutar contra bactérias e vírus. O estudo do NCHS destaca que as crianças latinas nos Estados Unidos são menos propensas a sofrer enfermidades alérgicas. Os cientistas também descobriram que a prevalência das alergias aos alimentos e respiratórias aumenta de acordo com a renda. “As crianças que vivem em uma família com renda igual ou superior a 200% da linha de pobreza têm a maior taxa de prevalência”, afirma o relatório. Entre as crianças abaixo da linha da pobreza, 4,4% sofriam alguma alergia aos alimentos e 14,9% tinham alguma alergia respiratória. Nas famílias com maior renda, 5,4% das crianças sofriam de alergia aos alimentos e 18,3% tinham alguma alergia respiratória. O documento não demonstra diferenças significativas entre as alergias da pele e a renda. Fonte: Bem Estar]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Dificuldade de aprendizado pode ser algum transtorno do cérebro
Próximo post
Mais da metade dos jovens não tem conhecimentos corretos sobre o HIV

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu