Níveis elevados de estresse podem tornar os cabelos grisalhos

pesquisa-revela-que-as-celulas-que-dao-cAltos níveis de estresse podem interromper a produção de células-tronco de melanócitos, responsável pela pigmentação ao cabelo, tornando os fios grisalhos ou brancos. É o que sugere estudo de pesquisadores da New York University, nos EUA. A pesquisa revela que as células que dão cor ao cabelo desaparecem quando o corpo é exposto aos hormônios do estresse. E, infelizmente para as pessoas afetadas, essas células ‘coloridas’ não são susceptíveis de retornar. O estudo foi publicado na revista Nature Medicine. A equipe, liderada por Mayumi Ito, realizou experiências com ratos a fim de mostrar o efeito que o estresse tem sobre o cabelo. Eles começaram com a premissa de que, quando o corpo humano é ferido, as células-tronco responsáveis pela produção de melanina, pigmento escuro que nos protege dos raios solares, saem dos folículos pilosos e vão para a pele, ajudando a limitar os danos. Em testes com ratos, a mesma alteração permanente nas células ocorreu quando os animais foram expostos a hormônios do estresse. Estudos anteriores sugeriram que genes do álcool e do tabagismo estavam envolvidos no branqueamento do cabelo. Outras pesquisas também culparam a adrenalina por transformar a cor do cabelo prematuramente. Segundo Ito, há evidências agora de que o estresse pode fazer com que a melanina ‘migre’ do folículo piloso para a pele. “Nós pensamos que seria interessante especular que o estresse pode promover essa migração em excesso. Nossos resultados podem fornecer informações sobre a relação entre os hormônios do estresse e cabelos grisalhos”, conclui Ito. A equipe espera, agora, desenvolver drogas para combater alguns dos efeitos do excesso de exposição ao estresse, sofrido, por exemplo, por aqueles em um trabalho de alta pressão. Fonte: R7]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Café não piora doença do coração
Próximo post
Obesidade pode aumentar o risco da mulher desenvolver câncer de mama

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu