Equipe cria revestimento antibacteriano à base de compostos de plantas

green_teaEquipe de pesquisadores da Universidade Northwestern, nos EUA, descobriu que compostos encontrados no vinho tinto e no chá verde podem ser usados na produção de revestimentos antibacterianos eficazes. A pesquisa indica que os polifenóis, moléculas encontradas nas plantas, são pegajosos. Os pesquisadores, então, exploraram esta propriedade útil, além de manter algumas das conhecidas propriedades biológicas dos compostos. Eles criaram novos revestimentos multifuncionais à base de ácido tânico e pirogalol, compostos de baixo custo parecidos com os polifenóis mais complexos encontrados no chá, no vinho e no chocolate. Segundo os pesquisadores, apenas dissolver o pó de polifenóis na água com o nível adequado de sal rapidamente produz revestimentos incolores que têm propriedades antioxidantes, não são tóxicos e podem matar as bactérias. Os revestimentos poderiam ser usados em uma ampla gama de produtos industriais e de consumo médico, como cateteres e implantes ortopédicos até membranas para purificação de água e materiais utilizados no processamento de alimentos, embalagem e preparação. “Descobrimos uma maneira para aplicar revestimentos em uma grande variedade de superfícies que aproveita as propriedades adesivas dos compostos de polifenóis. É um processo de revestimento muito simples e as propriedades antibacterianas e antioxidantes são preservados”, afirma Phillip B. Messersmith, que liderou a pesquisa. Segundo os pesquisadores, a abordagem permite pegar um implante de quadril em aço inoxidável, aplicar o processo a ele e o revestimento que surge espontaneamente e sem outras modificações mata as bactérias e espécies reativas de oxigênio, como os radicais livres. A equipe destaca que o que é interessante é que as matérias-primas que encontramos regularmente na nossa dieta podem nos beneficiar de uma maneira que nunca se tinha imaginado, como revestimentos sobre dispositivos médicos. “Os revestimentos naturalmente tem propriedades que são muito benéficas para salvar vidas e manter as pessoas saudáveis. Sem qualquer modificação, eles podem ajudar a prolongar a vida útil de um dispositivo médico, reduzir a inflamação em um paciente e evitar infecções bacterianas”, afirmam os autores. Os pesquisadores destacam que os revestimentos à base de polifenóis vegetais são vantajosos porque são incolores, não alterando as propriedades ópticas de um material, e os compostos usados para produzi-los são cerca de 100 vezes mais baratos. Além de ter propriedades antibacterianas e antioxidantes inatas. Fonte: R7]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Comum em mulheres, infecção urinária é muito mais grave quando atinge os homens
Próximo post
Consumo de carne vermelha em excesso desencadeia Alzheimer

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu