Estudo sugere que enxaqueca pode alterar o cérebro permanentemente

21484-migren-hastasi-oruc-tutabilir-miA enxaqueca pode gerar modificações duradouras e permanentes nas estruturas cerebrais, como lesões, segundo uma análise de quase vinte capítulos publicada na revista americana “Neurology”. “Tradicionalmente, a enxaqueca é considerada um problema leve, sem efeitos duradouros no cérebro”, afirmou o doutor Messoud Ashina, da Universidade de Copenhague, principal autor desta pesquisa. “Nossa meta-análise nos leva a crer que a enxaqueca poderia, de fato, alterar de forma permanente as estruturas do cérebro de múltiplas formas”, explicou. Os cientistas constataram que a enxaqueca aumenta o risco de lesão cerebral, de anomalias na substância branca e alteração do volume do cérebro de forma comparativa às pessoas que sofrem de cefaleia. Além disso, este risco é maior nas pessoas que sofrem de enxaqueca com aura. Para esta pesquisa, os cientistas analisaram 19 estudos, 13 deles clínicos, onde os participantes se submeteram a uma prova de imagem de ressonância magnética do cérebro. Os estudos mostraram um aumento de 68% do risco de lesões da substância branca do cérebro nas pessoas que sofrem de enxaqueca e 34% naquelas com enxaqueca sem aura com relação aos indivíduos que sofrem cefaleia. O risco de anomalias cerebrais aumenta 44% nos doentes que sofrem enxaqueca com aura comparativamente aos que sofrem da modalidade sem aura. Esta meta-análise mostra igualmente que a mudança no volume do cérebro é mais frequente nas pessoas com enxaqueca com ou sem aura que naquelas que não sofrem desta patologia. “A enxaqueca afeta de 10% a 15% da população geral e pode ser muito debilitante”, afirmou Ashina. “Esperamos que outros cientistas poderão esclarecer o vínculo entre as mudanças estruturais do cérebro e a frequência e duração da enxaqueca assim como os efeitos destas lesões cerebrais nas funções mentais”, acrescentou. Fonte: Bem Estar]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Hormônios devem ser consumidos sempre com orientação médica
Próximo post
Identificada fraqueza que torna células do câncer mais sensíveis à quimioterapia

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu