Micose: Prevenção e Tratamento

Micose: Prevenção e Tratamento

Manchas acastanhadas ou avermelhadas, com caráter descamativo e acompanhadas de coceiras são características típicas de uma micose superficial.

O contato através de objetos que tenham sido usados na área afetada, como alicates, pinças e esponjas de banho são meios propícios da proliferação dos fungos para outros locais do corpo. Na maioria dos casos, a micose afeta os lugares mais quentes e úmidos, como áreas do corpo com dobras, como virilha, mãos e pés (entre os dedos e nas unhas), e são esses os fatores que predispõem a infecção, incluindo a baixa imunidade.

Coçar o local afetado espalha a infecção pelo corpo. Nas unhas, a infecção é mais incômoda, tanto por afetar esteticamente, como por sua proliferação ser mais contagiosa entre os dedos.

É comum o uso de pomadas para assaduras na região afetada, porém a Dermatologista do Hospital Daher Lago Sul, Dra. Cibele Caminha Rodrigues, indica que o uso sem o acompanhamento de medicamentos antimicóticos não adianta, sendo necessário tratamento com medicação específica orientada devidamente pelo dermatologista, que através da identificação do agente etiológico pode indicar o tratamento adequado. “Para infecções iniciais é indicado o uso de cremes, loções e sprays a base de agentes antimicóticos. Em casos mais intensos a medicação é de antifúngicos via oral com acompanhamento através de exames de sangue, para análise da ação do medicamento nos órgãos que podem ser afetados”, afirma.

Para as áreas mais afetadas, pés e mãos, a prevenção é simples: evitar o uso de sapato fechado por longos períodos do dia. O ideal é usar sapatos abertos e arejados e não compartilhar o uso do mesmo, trocar de meias diariamente, secar bem ambas as partes após o banho, fazer uso de material próprio individual de higiene e consultar um profissional sempre no estágio inicial da doença.

Onicomicose

Onicomicose é uma infecção fúngica que atinge exclusivamente as unhas e possui diversos tratamentos, como medicação via oral e local, esmaltes e a laser, a mais recente tecnologia que se tornou um grande avanço na cura da onicomicose.

O Dermatologista, que atende no Hospital Daher Lago Sul, Dr. Cristiano Velasco, explica que o tratamento a laser é feito diretamente na unha, aquecendo através da luz e causando a destruição dos fungos alojados, sem causar danos. Dependendo da intensidade da infecção, realizando de uma a quatro sessões por mês já é possível notar os resultados. Este tratamento tem sido mais indicado por sua agilidade nos resultados, diferentemente do tratamento via oral, que dura cerca de um ano a dezoito meses.

A clínica Laser e Dermatologia Daher já trabalha com a tecnologia do laser aplicada nessa especialidade.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Quem tem filhos lida melhor com trabalho e vida pessoal, diz estudo
Próximo post
Conheça os sintomas e tratamentos da Apneia Noturna

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu