Investigação associa apneia em crianças à má formação dentária

crianca-triste-depressao-infantil-size-598Resultado de tese de pós-doutoramento desenvolvida na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, pesquisa mostrou que a apneia em crianças pode estar ligada à má formação dentária. O pesquisador Almiro José Machado Júnior está avaliando em crianças de 7 a 11 anos possíveis alterações na estrutura óssea dentária, que podem fornecer indícios sobre a existência da síndrome da apneia obstrutiva do sono. As prováveis alterações serão analisadas por meio de um exame de telerradiografia cefalométrica. A avaliação indicará variações ósseas na face dos pacientes. A má oclusão dentária pode ser um dos fatores que esteja predispondo à apneia do sono, afirma Almiro Machado. “Vamos propor e avaliar o uso de um dispositivo maxilomandibular. Acreditamos que um tratamento odontológico que promova alterações na estrutura óssea dentária possa ser eficaz na intervenção da doença”. A terapêutica proposta após o diagnóstico da síndrome baseia-se na ortopedia funcional dos maxilares. O uso do aparelho removível permitirá um avanço mandibular e afastamento de lábio com alteração na postura da língua, explica o dentista. “Algumas crianças que participam do estudo já estão usando este dispositivo. A ideia é avaliar se ele possui eficiência no tratamento da doença”, acrescenta. “Em adultos esta síndrome é muito conhecida. Os problemas do estresse, dormir no trabalho e acidentes de automóveis por sonolência já têm sido relacionados com a apneia do sono. Nas crianças o diagnóstico precoce é fundamental, uma vez que a doença leva a um comprometimento físico e neuropsicomotor”, alerta. Polissonografia Antes de avaliar as possíveis alterações ósseas, os pacientes são submetidos à polissonografia. “Este é um exame ‘padrão ouro’ para se identificar a apneia. Ainda estamos na fase de seleção de voluntários para a realização das investigações. Apesar de não ser invasivo, é um exame difícil de ser feito, muito trabalhoso, principalmente em crianças”, admite o dentista. Por meio de sensores, o exame registra, durante o sono, a atividade elétrica cerebral, os movimentos dos olhos, o tônus de músculos faciais, a frequência cardíaca, o fluxo e esforço respiratório, a oxigenação do sangue, o ronco e a posição corpórea. Algumas avaliações vêm sendo realizadas nas residências dos pacientes, com um aparelho portátil; e outra parte no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Segundo Almiro Machado é cada vez mais forte a tendência da monitorização domiciliar do sono. Fonte: ISaúde]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Saiba como combater o ressecamento da pele
Próximo post
Cigarros eletrônicos levam os usuários a fumar ainda mais, mostra estudo

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.