Hipertensão Arterial Sistêmica: O desafio continua

Mais conhecida como pressão alta, a hipertensão é o aumento da tensão do sangue dentro dos vasos sanguíneos que altera as medidas normais de 120/80 mmHg (em repouso) para níveis mais altos. Quando a pressão máxima aumenta para mais de 140 mmHg, em repouso, é chamada de Hipertensão Sistólica, e se a mínima for maior que 90mmHg é a Hipertensão Diastólica. Das duas, a segunda é que determina mais alterações nos órgãos alvos (coração, cérebro, rins, retina, entre outros).

Um dos grandes desafios da saúde pública é identificar os hipertensos em meio à população, isso acontece porque um grande número de pacientes não têm sintomas prévios que sinalizam o aumento da pressão arterial, são os chamados Hipertensos Silenciosos. Por isso é de extrema importância fazer campanhas para medida da pressão arterial na população de modo geral e alertá-los a aferir a pressão em momentos de sua vida. Quando a pressão se eleva ela determina sintomas, e os principais são: dores de cabeça localizada próximo à nuca, turbação visual (vistas embaçadas e visualização de estrelinhas), zumbido intenso no ouvido ou aumento deste, além de palidez e sudorese.

Devido ao alto índice de sedentarismo e consumo de comidas industrializadas, o sobrepeso, cada vez mais comum entre jovens brasileiros, é um fator que determina a hipertensão ou agrava a mesma. A grande quantidade de cloreto de sódio (sal) nas comidas industrializadas e fastfoods são extremamente prejudiciais à saúde. O consumo de sal indicado diariamente é de apenas 2,50g, mas a população consome em média cerca de 10g, valor acima do correto para uma alimentação saudável. Recentemente, um acordo assinado entre o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) determinou que dezesseis grupos de alimentos devem reduzir a quantidade da substância.

O Cardiologista Dr. Tamer Seixas, diretor técnico da Cardiolago, clínica que atua no Hospital Daher, afirma que há um fator hereditário na doença e que, junto com os maus hábitos, desencadeia no surgimento precoce. “A hipertensão arterial afeta a irrigação do sangue e várias partes do corpo, principalmente os órgãos como coração, cérebro, rins, entre outros. Não tratada em tempo pode determinar cardiopatia grave, acidente vascular cerebral (isquêmico e hemorrágico) e insuficiência renal. Estas doenças determinam alto índice de mortalidade e incapacidade às vezes permanentes, ou alta perda de qualidade de vida”, afirma Dr. Tamer.

Para tratar de forma adequada a hipertensão arterial, além do uso regular das medicações anti-hipertensivas, as medidas de prevenção, chamadas de Higiênicos Dietéticas, devem ser: controlar de forma regular o sobrepeso (dieta e exercícios), e principalmente, diminuir a ingestão de sal e líquido. “A hipertensão arterial é desproporção entre continente e conteúdo. O continente é representado pelos vasos sanguíneos e o conteúdo pelo volume de sangue que circula dentro destes vasos. Se aumentarmos o conteúdo ingerindo muito sal juntamente com muito líquido é óbvio que a pressão vai aumentar, portanto, a ingestão excessiva de líquido é um agravante da hipertensão arterial. O hipertenso deve utilizar os líquidos somente quando o organismo pedir, ou seja, quando tiver sede”, finaliza Dr. Tamer Seixas.

Consulte o seu médico e cuide o quanto antes da sua saúde.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Mais de 2 doses de bebida alcoólica por dia podem acelerar perda de memória
Próximo post
Edital para residência em cirurgia plástica no Centro de Estudos Daher – 2014

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.