Pé Plano na Infância

Muito comum em crianças, o Pé Plano, ou popularmente conhecido como “pé chato”, mostra seus primeiros indícios na infância. No nascimento já é possível identificar o distúrbio, porém é só a partir dos primeiros passos que o diagnóstico é consolidado. O Ortopedista e Diretor Técnico do Hospital Daher, Dr. José Wilson do Bomfim, nos conta detalhes sobre o pé plano na infância.

Proveniente de uma alteração no formato do pé, no qual se tem a ausência de um arco em sua estrutura, facilmente identificado quando se está em pé, o Pé Plano, é um problema que pode ser congênito – gerado pelo bebê durante o período gestacional, pode ser adquirido ao longo do tempo por traumas como fraturas ou deformidades funcionais, ou ainda pode ser desenvolvido por doenças crônicas degenerativas ou neurológicas. Diante disso, há variações desse estado que parte da idade, sexo e até mesmo raça.

Dr. Bomfim explica que o Pé Plano é classificado em graus I, II e III, sendo o grau III o mais grave. “Associamos o quadro clínico para decidir sobre o tratamento, se conservador ou cirúrgico”, afirma. Dependendo do tipo e das repercussões clínicas, a criança pode sofrer com dor e incapacidade funcional.

Diagnosticado através de exames clínicos de origem estáticos ou dinâmicos e exames de imagem (radiológico, tomografia ou ressonância magnética), o Pé Plano pode ser facilmente tratado ainda na infância. Dr. José Wilson do Bomfim alerta que o maior percentual de pés planos se corrige espontaneamente até o início do andar da criança. Entre três e sete anos de idade este percentual diminui. “É por isso que algumas escolas médicas não recomendam qualquer intervenção antes dos sete anos de idade”, explica.

Para a criança que nasceu com o desenvolvimento do pé plano, é recomendável que use calçados com solado rígido com salto e cano curto. Não é recomendado o uso de sapatos fabricados com material de tecido ou camurça. Diante dos tratamentos médicos, hoje se preconiza muito a reabilitação motora e funcional, como os alongamentos e uso de palmilhas ortopédicas.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Narguilé pode ser pior que o cigarro, avisa especialista
Próximo post
Hospital Daher promove palestra sobre TEV – Protocolo de Atendimento de Fenômenos Tromboembólicos

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu