Dicas de como tratar micoses e frieiras

Veja algumas dicas para ficar longe desses males! Micoses e frieiras são problemas de pele causados por fungos, que podem atingir a pele, unhas e cabelos. São doenças comuns nos adultos, mas afetam com frequência as crianças. As micoses de pele se caracterizam por uma coloração branca. Já as frieiras ocorrem em regiões onde há dobra cutânea, como o espaço existente entre os dedos dos pés e mãos.

O que são fungos? São micróbios existentes no solo, em animais e no homem. São caracterizados por serem muito resistentes e se desenvolvem com muita facilidade em ambientes quentes e úmidos.

Micoses A micose é uma doença contagiosa causada por fungos e é geralmente transmitida pelo compartilhamento de objetos pessoais, como pentes, roupas e material de manicure. Pode ser transmitida também pelo contato prolongado com a água contaminada, areia e terra. O uso de roupas apertadas e calçados fechados também provocam um ambiente propício para a proliferação desses parasitas.

Tipos de Micose nos Pés – Interdigitais: que também é conhecida por frieira e pé-de-atleta. Caracteriza-se por apresentar coceira, escamação e fissura. – Escamosas: Geralmente atinge a planta e a lateral dos pés. Causa coceira, mau cheiro e descamação. – Vesiculosas: O pé fica descamado e bem ressecado, começando por bolhas que provocam muita coceira e vermelhidão.

Frieiras A frieira geralmente acontece com o uso de sapatos fechados, que desencadeia a doença pelo fato de propiciar um meio úmido que ocorre com a sudorese excessiva. A doença pode evoluir, se não tratada, e ocasionar uma infecção grave chamada erisipela.

Causas As micoses podem ser contraídas em qualquer ambiente, sendo mais comuns em ambientes quentes e úmidos, como banheiros, vestiários, praia e piscinas. – Contágio através do compartilhamento de algum objeto contaminado; – Ambiente propício para os fungos se desenvolverem; – Transpiração excessiva e o uso de roupas de tecido sintético que bloqueiam a respiração da pele; – Contato com águas ou areias contaminadas; – Uso exagerado de sabonetes e sabões que podem destruir as defesas naturais da pele e facilitar a entrada desses microorganismos.

Micose de Unha A micose de unha possui na maioria dos casos uma aparência bem desagradável e em alguns casos bem difícil de tratar. A unha pode ganhar um espessamento e sofrer alteração na forma e cor, como também se tornar fraca e quebradiça. Portanto, ao primeiro sinal, procure um médico.

Conheça algumas medidas básicas para evitar micoses e frieiras – Dê preferência para roupas que possuam fibras naturais, como o algodão, que não favorece a retenção de suor; – Após o banho, procure secar bem o corpo e principalmente entre os dedos dos pés, axilas e virilha; – Evite andar descalço em pisos públicos e úmidos, pois não são limpos com frequência; – Procure usar um talco nos pés, para que a região fique bem seca. Opte por meias de algodão, e evite as meias sintéticas; – Nunca utilizar nada pessoal de terceiros, como toalhas, roupas, objetos de manicure, pente e escova; – Se houver suor excessivo nos pés e precisar usar meia, troque-a com frequência; – Use sempre luvas quando precisar mexer com a terra; – Evite entrar em contato com lesões de pessoas ou animais;

Diagnóstico Se tiver com algum tipo de micose procure um médico dermatologista, que avaliará suas lesões. Geralmente o diagnóstico é feito pelo aspecto da lesão e em muitos casos é colhido um material para que seja feito um exame micológico.

Tratamento O tratamento da micose, como na maioria dos casos, é demorado, podendo levar de uma a quatro semanas, dependendo do problema. Consiste basicamente no uso de medicamentos antifúngicos tópicos, como cremes, talcos e loções. Em determinados casos é aconselhável o uso de medicamentos via oral.

Fonte: www.saudeig.com.br

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Entenda prós e contras dos inibidores à base de anfetamina
Próximo post
Um mal pouco conhecido que ataca o intestino

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu