Cirurgia bariátrica previne diabetes tipo 2, sugere estudo

Segundo pesquisa britânica, obesos submetidos à operação têm risco 80% menor de desenvolver a doença.

A cirurgia bariátrica pode reduzir significativamente o risco de um paciente desenvolver o diabetes tipo 2. Segundo uma pesquisa publicada nesta segunda-feira no periódico The Lancet Diabetes & Endocrinology, o procedimento é capaz de evitar até 80% dos casos da doença entre obesos.

O diabetes tipo 2 ocorre quando o organismo de uma pessoa torna-se resistente à insulina, o hormônio que controla os níveis de glicose no sangue. O excesso de peso é um fator de risco importante para a doença. Segundo os autores do novo estudo, cerca de quatro em cada cinco diabéticos têm sobrepeso ou obesidade.

Uma série de estudos anteriores já havia demonstrado que a cirurgia bariátrica ajuda a controlar o diabetes tipo 2 em pacientes obesos com a doença. No entanto, essa nova pesquisa revela que a operação pode ajudar os pacientes antes mesmo de a condição aparecer.

Comparação — O trabalho, feito no King’s College London, na Grã-Bretanha, se baseou nos dados de aproximadamente 2.000 adultos obesos que não tinham diabetes e que foram submetidos a diferentes tipos de cirurgia bariátrica. Depois, esses participantes foram comparados com outras 2.000 pessoas que apresentavam características semelhantes às deles, como idade, índice de massa corporal (IMC) e taxa de glicose no sangue, mas que não foram submetidas a nenhum tratamento contra a obesidade. Todos os voluntários foram acompanhados por três anos, em média.Ao longo desse tempo, 38 pessoas entre aquelas submetidas à cirurgia bariátrica desenvolveram o diabetes tipo 2. No grupo que não passou pelo procedimento, 177 foram diagnosticadas com a doença. Assim, os pesquisadores constataram que o procedimento reduziu incidência do problema em 80%, mesmo após levarem em consideração fatores como tabagismo, pressão arterial e colesterol, que ajudam a desencadear o diabetes.

“Como parte de uma estratégia de prevenção do diabetes, precisamos entender como a cirurgia bariátrica pode ser utilizada também para aumentar a prática de atividade física e promover a alimentação saudável”, diz Martin Gulliford, um dos autores da pesquisa e professor da King’s College London, na Inglaterra.

Fonte: www.veja.com.br

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Um mal pouco conhecido que ataca o intestino
Próximo post
Cientistas encontram possível resposta para reparar corações danificados

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.