Estudo identifica quatro fatores de risco para a obesidade infantil

A prevalência da obesidade infantil é crescente nos Estados Unidos, e esta parece ser um preditor independente de maior risco cardiovascular na vida adulta.Um recente estudo sugere que a presença de 4 fatores de risco tratáveis relacionam-se com o surgimento da obesidade infantil: tabagismo materno durante a gestação, ganho de peso gestacional excessivo, curta duração do aleitamento materno, e duração reduzida do sono infantil (menos de 12 horas).A conclusão é do Dr. Matthew Gillman e seus colaboradores da escola de medicina de Harvard (Boston, Estados Unidos).

Aos 7 anos de idade, as crianças que apresentavam os 4 fatores de risco materno infantis tinham uma chance substancialmente maior de desenvolver obesidade infantil, quando comparadas com aquelas que não apresentavam nenhum dos 4 fatores de risco (28% versus 4%).

Os pesquisadores avaliaram dados de 948 crianças, desde o periodo gestacional até a idade de 7 anos.”Esses quatro fatores de risco materno infantis, todos potencialmente tratáveis, podem explicar uma grande proporção dos casos de obesidade nesta faixa etária.Se pudermos implementar intervenções terapêuticas que sejam efetivas no combate de tais fatores de risco, poderemos dar um grande passo na prevenção da obesidade entre nossas crianças”, finaliza o Dr.Gillman.

Fonte: ww.suasaude.com

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Dia do cirurgião plástico é comemorado em 7 de dezembro
Próximo post
5 dicas que podem prevenir artrose

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu