O risco do uso sem orientação dos suplementos alimentares

Por modismo, falta de informação ou influenciadas por amigos e familiares, muitas pessoas tomam suplementos alimentares sem a devida orientação médica ou nutricional, como se os produtos fossem isentos de riscos. Mas não é bem assim que as coisas acontecem.

Existem vários tipos de suplementos alimentares, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, até publicou resoluções específicas, fazendo a distinção entre eles como, por exemplo, suplementos que servem para complementar a alimentação de uma pessoa sadia, para quem precisa de complementos específicos, como os atletas ou em alguma situação especial, de doença, por exemplo, para auxiliar na hidratação, entre outras.

Mas, de acordo com a supervisora de Nutrição do HOSPITAL DAHER, Gianna Rosa, estes suplementos devem ser tomados por pessoas que atendam os critérios estabelecidos pela Anvisa e protocolos nutricionais, conforme orientação de profissional,  pois há riscos de que, se tomados sem este controle, possam provocar alterações da glicemia, sobrecarga renal e hepática. “É muito perigoso, uma vez que são necessários exames laboratoriais, adequação da dieta habitual e acompanhamento. O uso dos suplementos pode ocasionar vários problemas de saúde”, explica Gianna.

O grande problema da autossuplementação é que nem sempre o usuário sabe como funcionam esses produtos. Para orientar melhor, conheça a divisão dos suplementos alimentares estabelecida pela Anvisa. **

Suplemento de vitaminas e minerais: são alimentos que servem para contemplar com estes nutrientes a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação. Devem conter um mínimo de 25% e, no máximo, até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitaminas e/ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante, não podendo substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva.

Alimentos para Suplementação de Nutrição Enteral: alimentos que se destinam a complementar com macro e micronutrientes a dieta de um indivíduo, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente, ou quando a dieta requerer suplementação, não podendo substituir os alimentos, nem ser utilizados como alimentação exclusiva.

Suplemento hidroeletrolítico para atletas: produto destinado a auxiliar a hidratação.

Suplemento energético para atletas: produto destinado a complementar as necessidades energéticas.

Suplemento proteico para atletas: produto destinado a complementar as necessidades proteicas.

Suplemento para substituição parcial de refeições de atletas: produto destinado a complementar as refeições de atletas em situações nas quais o acesso a alimentos que compõem a alimentação habitual seja restrito.

** Com informações da nutricionista Gianna Rosa

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Envelhecer com qualidade, um sonho possível
Próximo post
Exposição de grávidas à poluição 'duplica risco' de autismo em bebês

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu