Exposição de grávidas à poluição 'duplica risco' de autismo em bebês

Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard sugere que o risco de autismo em crianças duplica nas famílias cujas mães passaram muito tempo expostas à poluição durante a gravidez.

A pesquisa – que analisou 1.767 crianças, 245 com autismo e 1.522 sem – sugeriu que partículas de poeira, carbono e outros compostos químicos, que prejudicam várias partes do corpo, podem passar do pulmão para a corrente sanguínea da mãe, e daí para o bebê.

O estudo não estabelece uma relação causa-consequência definitiva entre autismo e exposição à poluição na gravidez, pois outras pesquisas indicam que existe um grande componente herdado na condição, além de outros fatores.

Mesmo assim, o pesquisador que coordenou a investigação, Mark Weisskopf, disse que existem elementos “crescentes” para unir as duas coisas.

“A especificidade das nossas conclusões, em especial no que se refere ao terceiro trimestre da gravidez, descarta muitas outras possíveis explicações”, afirmou.

“Isso não só oferece uma pista importante sobre como investigar a origem do autismo, mas nos abre uma porta para pensar em medidas preventivas no sentido de evitar que as gestantes não fiquem tão expostas à poluição.” Poeira letal

Comentando o estudo, o diretor de pesquisas sobre o meio ambiente do King’s College, em Londres, Frank Kelly, elogiou as conclusões do trabalho de Harvard.

“Se fosse apenas um estudo eu não prestaria muita atenção, mas este é o quinto que chega à mesma conclusão”, afirmou.

Ele observou que a passagem de partículas de poluição do corpo da mãe para o do bebê “é biologicamente possível” por causa da placenta.

“Se compostos químicos estão entrando no corpo da mãe, o feto pode entrar em contato com eles também”, disse.

A poluição do ar causa cerca de 3,7 milhões de mortes por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde.

O estudo foi publicado na publicação científica Environmental Health Perspectives.

Fonte: www.bbc.co.uk

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
O risco do uso sem orientação dos suplementos alimentares
Próximo post
Dificuldade de memorização: o que fazer

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.