Dieta rica em gordura aumenta risco de morte em pacientes com câncer de próstata

Homens diagnosticados com esse tipo de tumor e com um cardápio composto por carne vermelha, alimentos processados, laticínios gordurosos e grãos refinados possuem risco 2,5 vezes maior de morte

Seguir uma dieta ocidental – rica em carne vermelha e processada, laticínios gordurosos, e grãos refinados – aumenta em 2,5 vezes o risco de morte em pacientes com câncer de próstata. Por outro lado, uma alimentação saudável rica em vegetais, frutas, grãos integrais e óleos saudáveis possui um efeito protetor, com uma redução do risco em 36%. É o que revela um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Harvard e publicado na revista cientifica Cancer Prevention Research.

Para o estudo, os pesquisadores analisaram dados sobre a saúde e a alimentação de 926 homens diagnosticados com câncer de próstata e os acompanharam por 14 anos. Durante o período, os participantes foram agrupados em duas categorias: aqueles que seguiam principalmente a dieta ocidental (mais gordurosa) e os que tinham uma alimentação balanceada

“Nossos resultados sugerem que seguir uma dieta saudável para o coração pode beneficiar os homens com câncer de próstata, reduzindo significativamente suas chances de morrer devido à doença” disse Jorge Chavarro, professor de Harvard e um dos autores do estudo.

Tomate

Rico em licopeno, a substância responsável pela sua cor avermelhada, o tomate tem intenso efeito contra o câncer, inibindo a proliferação das células cancerígenas. Estudos mostraram que o consumo frequente de tomate – fresco ou cozido – é um grande aliado sobretudo contra o câncer de próstata. Isso ocorre porque o licopeno protege as células da próstata contra oxidação e o crescimento anormal — duas características dos tumores malignos.

Alho

Estudos científicos mostraram que o consumo de alho pode reduzir o risco de desenvolver alguns tipos de câncer, como o de mama e o gástrico. Seus compostos fitoquímicos são capazes de induzir a morte das células cancerígenas por meio de um processo de apoptose – elas se suicidam – e, dessa forma, evitam a formação de um tumor.

Couve

A família das crucíferas (couve-flor, couve-manteiga, brócolis, repolho…) é uma das mais conhecidas pelo seu potencial quimiopreventivo. Diversas pesquisas mostram que esses vegetais podem prevenir contra vários tipos de tumores, como de pulmão, de mama, de bexiga, de próstata e do aparelho digestivo. O fato é que a família das crucíferas tem alta concentração de glucosinalatos, compostos que, ao se romperem, dão lugar a isotiocianatos e indóis – nutrientes com propriedade protetora contra tumores.

Fonte: VEJA

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Sem sintomas, cresce ameaça de gordura no fígado
Próximo post
Incidência de conjuntivite viral aumenta no inverno

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu