Consumo de cocaína no Brasil é 4 vezes maior que a média mundial

Dados do Escritório de Drogas e Crimes da Organização das Nações Unidas mostram que o Brasil é um dos maiores mercados para a cocaína, superando os Estados Unidos em prevalência. O Brasil é um dos maiores mercados consumidores de cocaína, com uma prevalência que supera a dos Estados Unidos e em quatro vezes a média mundial. É o que dizem os dados publicados nesta sexta-feira pelo Escritório de Drogas e Crimes da Organização das Nações Unidas (UNODC, na sigla em inglês). A ONU afirma que houve uma contração nos mercados dos Estados Unidos e da Europa e revela que, na última década, o Brasil passou a ser o maior centro de distribuição da droga no mundo, citado em 56 países como local de trânsito da coca. O Brasil foi mencionado 1,7 mil vezes como local de trânsito da droga entre 2005 e 2014. Em número de citações, é superado apenas pela Argentina, mencionada em 2,1 mil casos. Declarou a ONU: “Por causa de sua posição geográfica, o Brasil tem um papel estratégico no tráfico de cocaína. A droga entra no país por avião, por terra (carros, caminhões e ônibus) ou por rio (barcos que cruzam o Amazonas) antes de ser enviada para o exterior”. O consumo da cocaína na América do Sul preocupa as autoridades. A prevalência da droga na região passou de 0,7% da população em 2010 – com 1,8 milhões de usuários – para 1,2% em 2012, com 3,3 milhões de pessoas. As taxas sul-americanas são três vezes maiores que a média mundial e parte do aumento teria ocorrido por causa dos mercados do Chile e da Costa Rica. Ainda segundo a ONU, o aumento do uso de cocaína na região é liderado pelo crescimento do consumo no Brasil, o maior mercado de cocaína na América do Sul. “Apesar de não haver uma pesquisa recente no Brasil, estima-se que a prevalência do uso da cocaína seja de 1,75% da população adulta do país”, alertou a organização. Somando todas as drogas ilícitas, a ONU estima que existam 246 milhões de usuários no mundo (cerca de 5% da população entre 15 e 64 anos), das quais 27 milhões de pessoas seriam dependentes. Fonte: VEJA]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
2 de Julho Dia do Hospital
Próximo post
A gordura abdominal e sua relação com a autoestima

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.