Estudo comprova correlação entre obesidade e a ocorrência de câncer de mama

Câncer de mama: um estudo conduzido por um grupo de pesquisadores brasileiros comprova que mulheres obesas e com sobrepeso têm mais chances de ter câncer de mama, especialmente durante o período pós-menopausa, com idade média de 56 anos. Segundo a pesquisa, que acompanhou 190 pacientes atendidas em duas clínicas de Salvador (BA) entre 2012 e 2014, a chance de uma mulher obesa e com sobrepeso ter câncer de mama é 2,57 vezes maior do que uma com peso normal.

A pesquisa iniciou com a separação das 190 mulheres pesquisadas (sem faixa etária definida) em dois grupos: o primeiro com 68 diagnosticadas com câncer de mama; e o segundo com 122 sem a doença. Ao comparar os dois grupos foi constatado que no primeiro havia mais casos de obesas (27,9% de obesas entre as pacientes com câncer de mama)  do que no segundo (13,1% entre as mulheres livres da doença). Somando-se as obesas e as pacientes com sobrepeso, observou-se 66,1% entre as pesquisadas com o câncer e 56,5% entre as saudáveis.) Para ser considerada obesa e com sobrepeso, os pesquisadores usaram como critério o Índice de Massa Corpórea (IMC), que indica que acima de 27,5 Kg/m2 é considerado acima da classificação normal recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

LEIA TAMBÉM: Hospital Daher promove o dia da agulha

LEIA TAMBÉM: Diabetes também pode prejudicar o cérebro

A partir desses resultados, os pesquisadores ampliarão a amostra para mil mulheres na Bahia. Além disso, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) incentivará os pesquisadores associados à entidade a replicar o estudo em outros estados. “Queremos verificar se  essa associação se confirma também nas mulheres nascidas em regiões diferentes do país e chamar a atenção para o problema da obesidade, que pode sim, ampliar as chances da população feminina de ter câncer de mama. Cada vez mais, as mulheres precisam cuidar da alimentação e fazer exercícios físicos, principalmente as que estiverem na faixa etária entre 50 e 70 anos, que costuma ter o maior número de casos”, afirma Dr. Ruffo de Freitas Junior, presidente da SBM.

De acordo com um dos coordenadores do estudo, Dr. Cesar Augusto Costa Machado, da Sociedade Brasileira de Mastologia e chefe do Serviço de Mastologia do Hospital Português, o estudo confirma os resultados de outras pesquisas realizdas com populações estrangeiras. “Testar o perfil da mulher brasileira é importante porque há variação de raça, alimentação e clima que pode influenciar o resultado em relação aos outros países”, afima. Um outro dado identificado na pesquisa é que a maioria das pacientes (70,8%) encontravam-se na menopausa, já que a média da faixa etária das pacientes era de 56,7 anos.

O pesquisador explica que o excesso de peso possibilita um aumento expressivo na concentração de insulina e maior liberação de agentes inflamatórios, além de transformação aumentada do colesterol em hormônio feminino. “Todas essas alterações podem estar relacionadas com o surgimento de neoplasias malignas, entre elas o câncer de mama”, completa ele.

Fonte: SBM

]]>

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Teste de sangue e saliva é eficaz na detecção de cânceres orais
Próximo post
Pressão alta está associada a problemas cognitivos no futuro

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

    Menu

    Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

    Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

    FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

    AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

    Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

    OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.