Informação é o melhor caminho para evitar a COVID-19

Mulher usando celular COVID-19

O coronavírus faz parte de uma família de vírus que causa infecções respiratórias. Mas como só foi descoberto recentemente, ninguém jamais teve contato com ele. Por isso, manter a calma, informar-se por meio de fontes confiáveis e colocar em prática as recomendações das organizações de saúde é o melhor caminho para evitar a COVID-19.

Evite o contágio

Enquanto vírus, o coronavírus é transmitido por meio de gotículas de saliva, tosse, espirros e superfícies contaminadas. Assim, as recomendações de proteção giram em torno da etiqueta de higiene que inclui, por exemplo, cobrir o rosto com o antebraço ao tossir ou espirrar, e lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool gel com frequência.

Mas é preciso lavar as mãos de maneira correta:

Abra a torneira e molhe as mãos, evitando encostar na pia;
Aplique quantidade suficiente de sabonete líquido para cobrir todas as superfícies das mãos;
Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si;
Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda e vice-versa, entrelaçando os dedos;
Entrelace os dedos e friccione-os;
Esfregue o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta, com movimento de vai-e-vem;
Esfregue os polegares;
Esfregue os punhos;
Enxágue as mãos, retirando todo o sabonete;
Seque as mãos, de preferência, com papel-toalha descartável.

Cuide da sua saúde mental

Outra recomendação importante é o distanciamento social, ou seja, ficar em casa. Uma das medidas mais difíceis, ele ainda é agravado pelo medo e a insegurança da situação de pandemia. Só para exemplificar, é normal sentir-se irritado, com medo, angustiado e triste. Por isso, cuide da sua saúde mental:

Aceite seus medos e procure pessoas de confiança para conversar;
Cultive ou crie novos hábitos;
Mantenha contato com quem você ama, mesmo que virtual;
Pratique exercícios físicos;
Evite o uso do tabaco e do álcool para lidar com as emoções;
Busque fontes confiáveis de informação;
Desconecte-se, reduza o tempo de exposição às notícias sobre a pandemia;
Compartilhe boas ações e boas notícias.

Procure ajuda médica se tiver sintomas gripais

Entre os principais sintomas da COVID-19 estão febre, cansaço, tosse seca e dificuldade para respirar. Eles podem surgir de 1 a 12 dias após o contágio e são mais perigosos para idosos acima de 60 anos, pacientes com problemas cardiovasculares e imunodeprimidos. Portanto, se experimentar algum sintoma, procure ajuda médica.

Acima de tudo, é muito importante lembrar que esta situação vai passar. Mantenha-se positivo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 80% dos pacientes de COVID-19 recuperam-se apenas com tratamento sintomático, sem precisar de qualquer intervenção, como internação, por exemplo.

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

2 Comentários. Deixe novo

  • Issa Alex Ackel
    29/06/2020 18:21

    Parabens, Daher, pelo seu comprometimento médico e ético,
    não só na nossa área, mas também
    agora , no desafio científico, social
    e humanitário, na luta contra o Covid.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Hospital Daher realiza palestra de atualização sobre o coronavírus
Próximo post
Covid-19: carta do Dr. Luciano Chaves ao Hospital Daher

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu