Hospital Daher inaugura Serviço de Hemodinâmica

 

O Hospital Daher Lago Sul não para quando o assunto é inovação, modernização e atendimento de excelência. Mais uma prova dessa missão é a inauguração do Serviço de Hemodinâmica. Trata-se de uma unidade, específica e diferenciada, voltada ao diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas, vasculares e neurológicas de forma a tornar esses procedimentos menos invasivos. O hemodinamicista e cardiologista intervencionista Dr. Gustavo de Almeida Alexim está à frente desta novidade.

“Na hemodinâmica procuramos tratar doenças complexas da forma menos invasiva possível”, avalia o Dr. Gustavo. A principal vantagem é realizar tudo isso sem precisar levar o paciente a enfrentar um centro cirúrgico e todas as complicações que as intervenções possam acarretar. Com a hemodinâmica, é possível introduzir cateteres por meio da punção da artéria (pequeno furo, sem corte).

Quer um exemplo para facilitar o entendimento? Digamos que chegue ao local uma pessoa com coronariopatia – obstrução das coronárias. Antes ela necessitaria passar por uma cirurgia cardíaca. Agora, em muitos casos, isso ficou para trás. Os médicos, por meio de uma punção, fazem uma angioplastia coronária e implantam um Stent – pequena prótese de metal em forma de tubo – usado para desobstruir as artérias coronarianas e retomar o ritmo da circulação sanguínea. Essas artérias são vasos responsáveis por levar o sangue com oxigênio ao músculo cardíaco.

A introdução do Stent também faz toda a diferença em casos de aneurismas de aorta. Para esses pacientes, a cirurgia vascular deixa de ser a única solução. Da mesma forma, os portadores de aneurismas cerebrais, que passam por uma embolização do aneurisma, em vez de encarar uma neurocirurgia (cirurgia de cabeça), também se beneficiam da estratégia. O fato de serem procedimentos minimamente invasivos significa que vão ser necessários períodos curtos de internação, resultando em menos dores e garantindo uma recuperação mais rápida.

A lista de possibilidades com a hemodinâmica é grande. Além das situações já citadas, existem outras patologias com chances de serem tratadas por meio do avanço da tecnologia: aneurisma de aorta abdominal e torácica, angioplastia e recanalização de artérias e veias de membros inferiores, angioplastia de artérias renais e carótidas, embolização de miomas uterinos, varizes pélvicas, varicoceles, próstatas e hemangiomas, embolização de sangramento tumoral, quimioembolização de tumores no fígado. Também é possível realizar acessos para quimioterapia e hemodiálise.

A hemodinâmica trouxe mudanças que alteram o cenário de 25 anos atrás, quando as cirurgias vasculares eram longas e exigiam a abertura completa do abdômen ou das pernas. “A inovação exige dos profissionais não só preparo para lidar com a evolução, mas também a constante atualização no sentido de garantir segurança ao paciente”, ressalta a Dra. Monica Pante, cirurgiã vascular do Hospital Daher, que realiza exames no serviço.

Breve Histórico

1929 – Werner Forsman realizou o primeiro cateterismo cardíaco. Ele introduziu um cateter através da veia do seu próprio braço e o avançou até o lado direito do coração.
1959 – Dr. Mason Sones realizou a primeira coronariografia seletiva.
1977 – Andréas Roland Grüntzig, em Zurique (Suíça), realizou a primeira angioplastia coronária para o tratamento da doença arterial coronariana obstrutiva.
1981 – É realizada a primeira angioplastia coronária no Brasil.
1986 – É realizado o primeiro implante de Stent coronário na França.

Saiba mais sobre o Dr. Gustavo de Almeida Alexim
Formou-se em 1989, pela Universidade de Brasília (UnB). Fez residência em Hemodinâmica no Hospital Beneficência Portuguesa (SP). No currículo, traz título de especialista em Cardiologia, pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, e é membro titular da Sociedade de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista. Além disso, é mestre pela Faculdade de Medicina da UnB.

O Dr. Gustavo Almeida Alexim é o coordenador do serviço de Hemodinâmica do Hospital Daher.

Saiba mais sobre a Dra. Monica Pante
Formou-se em 2000, pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná. Fez residência em Cirurgia Geral, no Hospital Santa Marcelina (SP), e Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital de Base, em São José do Rio Preto (SP). No currículo, traz títulos em Cirurgia Vascular, Endovascular e Angiologia pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV).

A Dra. Monica Pante integra o corpo clínico do Hospital Daher, onde atua na Coordenação da Cirurgia Vascular, em ambulatório. Além disso, participa ativamente nos pareceres da especialidade e realiza procedimentos no Serviço de Hemodinâmica.

Saiba mais sobre o Hospital Daher
O Hospital Daher Lago Sul é referência no Distrito Federal. A unidade funciona há mais de 20 anos em área nobre do DF, onde o paciente encontra toda a comodidade de que precisa. Em um mesmo lugar, centraliza atendimentos em diversas especialidades, pronto-socorro, unidade de terapia intensiva, centro cirúrgico, laboratórios, bem como procedimentos modernos e eficazes voltados para o diagnóstico, acompanhamento e tratamento das doenças. Por promover um serviço humanizado, acolhedor e seguro e, consequentemente, a saúde e o bem-estar das pessoas, o Hospital Daher agora é visto como um Centro de Hospitalidade.

Quer outras informações sobre a Hemodinâmica do Hospital Daher?
Entre em contato:
SHIS QI 07 – F – Lago Sul – Brasília/DF
(61) 3213-4733

schedule

Agende a sua consulta no Hospital Daher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Nota de esclarecimento
Próximo post
Hospital Daher é destaque em Congresso Internacional sobre Rejuvenescimento Facial

Youtube Daher

Notícias Daher

share

Compartilhe:

mails

Receba nossas novidades:

Menu
Clique e marque
Eu não sou um robô.