Segurança em cirurgia plástica começa nos cuidados gerais

Cada tipo de cirurgia traz um risco, dependendo de sua natureza. Portanto, como qualquer outro procedimento cirúrgico, a cirurgia plástica exige premissas para diminuí-los ao máximo. Assim sendo, a segurança em cirurgia plástica começa nos cuidados gerais para o ato operatório. A saber, o médico tem obrigação de fornecer ao paciente informações claras, completas e transparentes em cada etapa do processo.  

O que determina a segurança em cirurgia plástica?

Tudo começa no pré-operatório, com a consulta e o histórico clínico. De tal forma que, de posse dessas informações, o médico vai montar o planejamento cirúrgico para o caso. A escolha de uma equipe bem preparada também é essencial para o sucesso do procedimento. Ademais, cada cirurgia plástica tem seu próprio protocolo cirúrgico — comportamentos e medidas que reduzem a ocorrência de incidentes e eventos adversos.

Ou seja, desde o princípio, trabalha-se para diminuir ao máximo as complicações que podem ocorrer durante a cirurgia. Contudo, mesmo pacientes saudáveis estão sujeitos a eventualidades imponderáveis como alergia, por exemplo. Assim, o local da operação precisa oferecer condições de atendimento emergencial em caso de imprevistos, como UTI.

Como garantir segurança em cirurgia plástica quando o paciente possui alguma doença?

Se o paciente possui alguma doença pregressa, ele precisa ser avaliado pelo cirurgião em parceria com o médico responsável pelo problema. Assim sendo, a doença precisa estar sob controle e o médico responsável precisa emitir um laudo autorizando o procedimento cirúrgico. Antes de mais nada, é preciso considerar a importância da cirurgia plástica na vida do paciente. 

É necessário que médico e paciente avaliem em conjunto o risco aumentado do procedimento. Bem como as possibilidades de complicação que a doença em questão acrescenta à cirurgia. Tudo isso, para que o paciente possa analisar o custo-benefício de realizar o procedimento. Ademais, medidas complementares serão tomadas para prevenir quaisquer imprevistos.  

Qual o papel do paciente?

O paciente é peça fundamental para garantir a segurança de seu tratamento. Quando da primeira conversa entre médico e paciente, ele precisa ser extremamente sincero sobre doenças, hábitos, histórico familiar e o que motivou o desejo da operação. Isso será complementado pelos exames a fim de esclarecer tudo o que for possível. 

Além disso, o paciente precisa seguir à risca as orientações do cirurgião para o pré e o pós-operatório. O acompanhamento regular da evolução pós-operatória também é fundamental. Afinal, os resultados finais da cirurgia plástica demoram alguns meses para serem vistos.  

O que o Hospital Daher oferece para segurança em cirurgia?

O Hospital Daher oferece ao paciente não só instalações de primeira linha, certificadas, em nível máximo, pela Organização Nacional de Acreditação, como também estrutura eficiente e agradável, com acreditação em hotelaria. Além de toda aparelhagem necessária para evitar complicações, como UTI e hemodiálise. Ademais, o pré-operatório também pode ser feito no hospital, que conta com laboratório, centro de exames clínicos e cardiológicos. 

Por fim, é certo que as cirurgias plásticas estéticas e reparadoras eletivas raramente trazem riscos intrínsecos. E, de fato, é essencial que o cirurgião plástico seja um profissional especializado e experiente. Mas isso é apenas o começo de tudo. Todo o conjunto que envolve a cirurgia — pré-operatório, equipe, instalações hospitalares, disciplina pós-operatória —   contribui para o sucesso do procedimento. 

 

 

UM REENCONTRO SURPREENDENTE

Em 5 de novembro de 2018, o Dr. José Carlos Daher recebeu um comentário especial em uma das publicações de sua conta no Instagram. Era Eveline Cristina, uma antiga paciente cuja vida foi marcada por ele. Ela relembrou sua história e pediu-lhe um reencontro para que pudesse apresentar sua família e agradecer pelo tratamento que transformou sua vida. Quer saber mais sobre essa história? Acompanhe o vídeo do reencontro.

Dr. Daher Responde

No “Dr. Daher Responde” de hoje, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher responde a algumas das dúvidas de seus seguidores sobre cirurgia plástica. Você tem dúvidas sobre o assunto? Deixe a sua pergunta.

Diversidade das técnicas de reconstrução mamária

A reconstrução mamária é uma importante etapa do processo de luta contra o câncer de mama, porque evita o abalo psicológico que a mastectomia pode causar à cliente saúde. No mês de conscientização sobre o problema, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher recupera a diversidade das atuais técnicas de reconstrução mamária.

Reconstrução mamária em Brasília

O cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher conta como Brasília tornou-se o berço da reconstrução mamária no Brasil, um procedimento fundamental para a retomada da qualidade de vida após a luta contra o câncer de mama.

Você conhece a técnica de expansão mamária?

O expansor de mamas cumpre a função de preparar a pele restante da mastectomia para receber a prótese de silicone durante a reconstrução mamária. Neste Outubro Rosa, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher explica como é realizado o processo de expansão, etapa fundamental para muitos casos de vitória sobre o câncer de mama.

Como a cirurgia plástica atua no combate ao câncer de mama?

Durante o Outubro Rosa, campanha de conscientização global sobre o câncer de mama a partir da disseminação de informações sobre sua prevenção e tratamento, o cirurgião plástico e fundador do Hospital Daher Lago Sul, Dr. José Carlos Daher, relembra a evolução do papel da cirurgia plástica nessa luta, que atua não somente na fase da reconstrução mamária, mas também no processo de esvaziamento das mamas de clientes saúde com alto risco de desenvolver o tumor.

Como é a avaliação para uma cirurgia plástica estética?

De acordo com levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o Brasil é o segundo país onde mais se realizam cirurgias plásticas. A capital Brasília está entre as cinco cidades brasileiras com mais procedimentos executados em 2016, com a realização de 18 mil operações. Sobre essa tendência, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher explica como é realizada a avaliação para uma cirurgia plástica estética 👇

Cirurgias plásticas estéticas mais procuradas

O Brasil é o segundo país onde mais se realizam cirurgias plásticas. Mas você sabe quais são as cirurgias plásticas estéticas mais procuradas? É o que nos explica, no vídeo de hoje, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher.

Hospital Daher: os sonhos materializaram-se?

Você conhece a história do Hospital Daher? Nascido em Brasília, no ano de 1979, como Clínica Daher — um ponto de atendimento médico na área de cirurgia plástica estética e reparadora —, o Hospital Daher completa 40 anos em 2019. Neste vídeo, seu fundador, o cirurgião plástico Dr. José Carlos Daher, relembra histórias que marcaram a trajetória de clínica a hospital geral. 👇