Cirurgia para afinar rosto é cada vez mais desejada

José Carlos Daher explica como é feito o procedimento

Rostos arredondados, com um aspecto de “lua cheia”, têm causado insatisfação em mulheres que sonham com uma face mais estreita, com aspecto mais triangular e encovadas nas laterais. A nova moda brasileira, que começou em Hollywood, é adquirir esse resultado por meio da bichectomia, cirurgia que retira total ou parcialmente o tecido gorduroso profundo que existe nas bochechas, chamado de “bola célulo-adiposa de Bichat”.

Entre as divas de cinema que recorreram ao procedimento está Angelina Jolie, um dos símbolos atuais de beleza de rosto feminino, tão conhecido por sua exposição intensa na mídia. Ela é admirada tanto pelos seus lábios grossos e carnudos (que hoje se consegue de maneira segura com os enxertos de gordura), quanto pelo seu rosto contornado, com as maçãs salientes e as bochechas encovadas, conquistado por meio da bichectomia.

O procedimento é realizado exclusivamente por cirurgiões plásticos e, embora seja exigido conhecimento profundo e sofisticado da anatomia da face, é pouco invasivo e interfere minimamente no corpo do paciente. Como é restrito a uma pequena área, o método é feito sem perdas sanguíneas e praticamente sem complicações, desde que executado com maestria.

A cirurgia é feita dentro da boca, com uma incisão de aproximadamente um centímetro, junto e posterior à arcada dentária superior. Por meio desses acessos, o cirurgião identifica e extrai “as bolas de Bichat”. É um ato operatório que dura apenas alguns minutos, excluído o ritual de preparo e assepsia no rosto do paciente. Este não é um procedimento em que o cirurgião possa antever o resultado final, pois ele está limitado à quantidade de gordura ali existente. Se ela for abundante, será possível obter um encovamento maior. Se não, o paciente continuará obtendo um afinamento do rosto, mas talvez menor do que o sonhado.

Segundo o cirurgião plástico e fundador do Hospital Daher, José Carlos Daher, associar a cirurgia à lipoescultura facial pode garantir resultados ainda mais satisfatórios ao rosto do paciente. “A prática é executada rotineiramente no hospital há mais de 25 anos. Mas esta complementação só será indicada em um segundo momento, pois apesar de o resultado imediato ser percebido durante a conclusão do procedimento, o resultado definitivo da bichectomia só aparecerá de 60 a 90 dias após o ato operatório”, explica o especialista.

A bichectomia vem sendo realizada por cirurgiões plásticos há anos, mas geralmente associada a cirurgias de rejuvenescimento facial e pelo lado externo das bochechas. A popularização do procedimento feito pelo lado de dentro da boca surgiu recentemente. Entre os motivos para a grande procura estão a praticidade do acesso, custos menores e a aplicabilidade em pacientes jovens, frequentemente insatisfeitos com o contorno arredondado de seus rostos. O pós-operatório é simples, indolor e requer apenas uma higiene bucal adequada, com dieta pastosa nos primeiros quatro dias.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *