Mulheres buscam cirurgia plástica para reduzir o tamanho das bochechas Bichectomia ainda é pouco conhecida no Brasil

As brasileiras, famosas mundialmente pela beleza ímpar e corpos esculturais, buscam cada vez mais a perfeição da silhueta através de lipoaspirações ou implantes de silicone. Mas uma novidade no mundo da cirurgia plástica tem atraído o interesse de muitas mulheres que querem parecer mais magras e perder o formato infantil da face: diminuir o tamanho das bochechas.

A cirurgia é a bichectomia, que diminui o volume do rosto através da retirada da bola célulo adiposa de Bichat, um acúmulo de gordura na região que dá um aspecto arredondado à face. O procedimento é feito por meio de pequenas incisões dentro ou fora de cada lado da boca, sem deixar cicatrizes perceptíveis. A anestesia é local, com ou sem sedação, e dura em torno de 40 minutos.

Atrizes como Angelina Jolie e Reneé Zellweger já aderiram à novidade, e os resultados obtidos atraem cada vez mais mulheres que querem ficar parecidas com as divas. O cirurgião plástico e fundador do Hospital DAHER, José Carlos Daher, afirma que o procedimento traz grandes resultados e que a grande procura pela técnica é recente. “A bichectomia foi criada nos anos 80, mas o boom pela procura aconteceu nos últimos 5 anos”, explica. O médico também conta que, muitas vezes, o paciente aproveita uma lipoaspiração corporal para usar a gordura retirada na remodelação do rosto e aliar à retirada da bichat.“Trabalhamos com silicones sólidos ou com o material recolhido durante a lipoescultura para utilizar como implante, onde redesenho os volumes, aumentando certas áreas e diminuindo outras, para trazer mais harmonia à face, deixando as mulheres ainda mais belas”, explica.

Apesar de parecer simples, muitos médicos não têm familiaridade com a anatomia da região interna da boca e muitas vezes acabam lesionando nervos do paciente e até causando uma paralisia facial. Por isso, Daher dá um alerta para quem quer fazer a cirurgia: “Procurem por cirurgiões especializados e aptos a fazerem esse tipo de cirurgia. Nenhuma das técnicas citadas pode ser feita sem um bom profissional, pois são procedimentos arriscados para quem não as domina”, alerta.

A recuperação pós-cirúrgica é rápida e parecida com a retirada do dente siso,ou menos que isto. Nesse período, o paciente deve optar por alimentos macios e gelados nas primeiras 48 horas. Ele também poderá se expor ao sol, de forma moderada, logo após a cirurgia, e após o trigésimo dia, sem qualquer restrição.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *